Um visto para o amor e prazer - XV - Penúltimo

Um conto erótico de Ricardo
Categoria: Homossexual
Data: 15/10/2019 00:05:13
Nota 10.00

Tomei o café da manhã com o Bill, Mary e Dylan. Fui embora me sentindo bem melhor do que quando cheguei na noite anterior. Senti que tinha que resolver a minha vida. Que o melhor para mim, era mesmo voltar para o Brasil. Cheguei em casa e Jack não estava lá. Chegou apenas à noite com algumas latinhas na mão e uma Pizza.

– Oi Rick, trouxe pra gente. – Ele disse.

– Obrigado. – Respondi. Jack estava diferente, parecia ter aceitado tudo que eu disse para ele na noite anterior. – Vou voltar para o Brasil.

– Já comprou a passagem? – Ele me perguntou.

– Ainda não. – Eu disse.

– Não se precipite Rick, essa casa é sua, pode ficar o tempo que quiser. – Jack disse me surpreendendo. Imaginei um escanda-lo dele dizendo que não iria permitir, que eu era seu marido, que iria me interditar.

Comemos juntos e conversamos naturalmente, pela primeira vez Jack não me forçou lembrar de nada. Pela primeira vez tive um momento agradável na presença dele.

– Estava pensando de a gente ir em um barzinho amanhã. – Ele disse.

– Seria bacana. – Respondi, dando boa noite e indo para o meu quarto dormir.

No dia seguinte Jack saiu para trabalhar, a noite me levou em um pub perto de casa.

– Já estive aqui. – Eu disse e Jack sorriu, mas não disse nada. – Não estive?

– Já sim. – Ele respondeu.

– Eu sabia.

Pedimos um chopp e brindamos.

– Estou gostando de você assim. – Eu disse.

– Não estava dando certo do outro jeito. Eu estava enlouquecendo. – Ele disse.

– E me enlouquecendo também.

– Por isso mudei de tática.

– Que tática?

– Não me importa se você se lembra ou não de mim. O que importa é que eu te amo. Você só precisa me amar. – Jack disse com um lindo sorriso no rosto.

– Você quer me fazer apaixonar por você.

– Sim, já aconteceu uma vez. Acho que será mais fácil do que fazer você se lembrar.

Senti que eu fiquei corado, Jack percebeu e sorriu. Tomamos mais alguns copos e trocamos alguns olhares. Eu poderia não me lembrar do que eu sentia pelo Jack, mas era fato que ele era lindo, atraente, eu via isso agora que ele parrou de me perturbar. Sem contar que eu estava há semanas sem sexo e começava a subir pelas paredes.

Das trocas de olhares passamos a nos tocar, enquanto conversávamos. Eu fiquei nervoso e a minha perna tremia. Jack colocou a mão sobre a minha perna e deixou a palma da mão para cima. Pareceu certo eu dar as mãos pra ele.

– Eu me lembro disso. – Eu disse. – A sua mão na minha perna.

Jack sorriu.

– A vontade que eu tenho é de te beijar aqui, agora. Você está lembrado. Fizemos isso na entrevista para você conseguir o seu visto. – Ele disse.

Eu não quis desaponta-lo, mas não me lembrava de nada. Apenas daquela cena. Reparei que ele estava de aliança e eu não.

– Eu também tenho uma? – Perguntei.

– Está bem aqui. – Jack a deixou guarda em um cordão que estava no seu pescoço, tirou de lá, a beijou e colocou no meu dedo.

“Ele não precisa de mais nada para me levar para cama”, Pensei e sorri.

– Do que está rindo? – Ele me perguntou.

– De nada. Vamos embora? – Eu pedi.

Jack pareceu decepcionado, mas se levantou comigo.

– Podemos continuar bebendo e conversando em casa. – Eu disse e ele se animou.

Chegamos em casa. Eu troquei de roupa, vesti uma bermuda leve e fiquei sem camisa. Jack me trouxe uma latinha.

– Fique à vontade também. – Eu disse.

Jack sorriu e tirou a roupa na minha frente ficando só de cueca. Percebi o volume na sua cueca e isso me deixou bem animado. Jack se sentou ao meu lado. Eu passei as minhas pernas sobre o seu colo. Sentia aquele volume endurecendo na minha perna e fingia que nada acontecia. Conversávamos amenidades. Eu também já estava excitado. Levantei para pegar novas latinhas e Jack viu a minha ereção e sorriu.

Quando voltei com duas latinhas na mão, Jack ainda sentado no sofá me abraçou com a cara no meu pau. Ele tirou as latinhas da minha mão e me puxou para o seu colo. Olhamos um para o outro e nos beijamos.

– Uau! – Eu disse depois que paramos de boa beijar.

– O quê? – Ele perguntou.

– Seu beijo. Simplesmente maravilhoso.

– É mesmo?

– Eu nunca te disse isso?

– Do beijo não. – Ele respondeu. – Mas disse que a nossa primeira noite foi a melhor noite da sua vida.

– Então espero que consiga fazer por merecer esse elogio novamente. – Eu disse.

Jack sorriu e me beijou mais uma vez. Me puxou para o seu quarto e deitamos em sua cama. Ele deitou em cima de mim e eu senti o seu peso. Senti o seu pau relando no meu. Ambos estavam extremamente duros. Nos beijamos e nos abraçávamos. Jack passava a mão por todo o meu corpo. Eu fazia o mesmo nas suas costas até a sua bunda.

Jack se inclinou deixando que eu tirasse a sua cueca e ele tirou a minha bermuda. Estávamos totalmente nus, sentindo nossas peles coladas uma na outra enquanto ainda nos beijávamos.

Jack sorria, se virou de lado e segurou nos meus ombros me forçando a descer. Fui de uma vez para o seu pau, queria senti-lo na minha boca. Jack me segurou, puxou de volta, me beijou e apontou para o seu pescoço e lá eu o beijei e fui descendo e o beijando até chegar no seu maravilhoso pau. Jack gemeu. Eu gostei do seu gemido. Engolia o seu pau, até o fundo da minha garganta e voltava a chupar a cabeça. Sentia aquele pau pulsar na minha boca enquanto aquele macho gemia.

Jack pegou a minha mão e levou até a sua bunda. Eu a apertei e cheguei até o seu cu. Ele travou. Lubrifiquei os meus dedos, voltei a chupa-lo e a explorar o seu cu. Depois de um tempo o seu pau pulsava e o seu cu piscava. Ele se virou de bruços. Troquei os meus dedos pela a minha língua, beijei aquela bunda, as suas costas e a sua nuca. Encaixei o meu pau na sua bunda. Sentia a cabeça do meu pau relando naquelas preguinhas.

Abracei o Jack e ele prendeu os meus braços por de baixo dos seus, ele virou o seu rosto e nos beijamos. Comecei os movimentos e senti a cabeça do meu pau entrando e saindo. Seu cuzinho piscava e Jack gemia. Aos poucos eu o penetrava cada vez mais fundo. Fodia gostoso aquele homem. Eu poderia passar o resto da vida casado e fazendo aquilo com ele.

Jack gemia, eu gemia. Com a respiração ofegante e com nossos corações disparados gozamos. Eu saí de cima dele e deitei ao seu lado. Nos beijamos mais uma vez. Jack passou a mão pelo meu corpo, pegando no meu pau que ainda estava duro. Jack não o soltou. Ele sorriu pra mim e mostrou que também estava de pau duro. Eu o toquei e ele me beijou.

Jack me virou de costas e caiu de boca na minha bunda. Não me sentia confortável com aquilo, mas estava gostoso. Jack subiu em cima de mim como eu fiz com ele.

– Eu não curto ser passivo. – Eu disse me virando.

– Comigo você curtiu. Confie em mim. – Jack pediu.

Ele colocou uma almofada por baixo da minha cintura e eu o abracei com as minhas pernas, ele encaixou o seu pau na minha bunda.

– Você quis fazer assim, olhando pra mim. – Jack disse. Percebi que ele estava tentando reproduzir a nossa primeira noite juntos.

Jack sorriu, me beijou e lentamente me penetrou. Depois de um tempo iniciou uns movimentos bem suaves. Eu estava gostando daquilo. Apesar do seu pau grande e eu não gostar de ser passivo ele encaixou perfeitamente, estava sentindo um grande prazer. Fomos aumentando a velocidade, Jack me beijava com desejo. Era um ótimo sexo.

– Oh! Rick, Oh! Rick... – Jack gemia até que gozou.

Jack se deitou e me puxou para subir nele, levando o meu pau até a sua boca para ele me chupar. “Que boca deliciosa”. Ele sabia exatamente o que fazer. Quando ele parou de me chupar eu também soube o que eu devia fazer. Sentei em seu pau, e Jack me masturbava, achei uma forma prazerosa de cavalgar naquele homem, deslizava para frente e para trás. Segundos depois estava gozando sujando o Jack com a minha porra. Ele sorria e me puxou para um beijo.

– E aí? O que achou? – Ele me perguntou.

– Realmente foi uma das melhores transas que eu tive. – Eu disse.

Jack sorriu e me beijou.

– Se lembrou de algo? – Ele me perguntou.

– Desculpa, mas não.

– Não tem que se desculpar. Está tudo bem, tá tudo bem. – Jack disse me beijando mais uma vez.

Dormimos abraçados.

CONTINUA...

xxx ----- xxx

NOVIDADES:

FINALIZEI ESTE CONTO E PUBLIQUEI COMO UM E-BOOK.

Ele foi todo revisado. Você já pode tê-lo no seu celular, tablet, kindle ou no computador:

/>

Para os mais afoitos e aqueles que gostariam de prestigiar o meu trabalho, o e-book está disponível para venda.

Para clientes da Amazon e Kindle Unlimited é gratuito.

Em breve divulgarei o período para o download gratuito. (Sem precisar que vocês façam assinatura na amazon).

CONTINUAREI POSTANDO OS PRÓXIMOS CAPÍTULOS, AQUI NA CDC.

xxx --- xxx --- xxx

Gostou deste conto? Por favor, vote e comente é a sua forma de me recompensar pelo meu trabalho e também quero escutar a opinião de vocês.

Não deixe de votar também nos capítulos anteriores. Se ainda não está cadastrado no site, se cadastre é bem simples e rápido. Seus votos e comentários são muito importantes para mim é através deles que consigo ver se estou fazendo um bom trabalho e me incentivam a continuar escrevendo esta história.

Enquanto não sai o próximo capítulo aproveite para ler os meus outros contos aqui na casa. Acesse o meu perfil //zerosmoke.ru/boobpedia/perfil/242797

Respondo a todos os comentários dentro do próprio conto após a publicação do novo capítulo. Ou seja, a resposta aos comentários do capitulo anterior provavelmente já estão lá (no espaço destinado aos comentários).

Alem do perfil no facebook tenho também uma pagina, usarei para divulgar os meus trabalhos.

Perfil: facebook.com/Katib.Paco - Para Adicionar.

Pagina: facebook.com/contosdopaco - Para curtir e seguir

Obrigado.

Paco Katib - New_Escritor-BH

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/10/2019 23:26:45
Pessoal, chegamos ao fim de mais uma história. Agradeço a todos que me acompanharam até aqui. Principalmente aos votos e comentários que me incentivaram e me ajudaram. Em alguns minutos o ultimo capítulo estará disponível. O livro completo está gratuito até o diaEntão aproveite e faça o seu download. / – Muito obrigado. Ó - Muito obrigado. Discordo que o Rick só pense em sexo. É claro que ele não é um puritano, mas ele foi honesto em terminar com o Dylan para ficar com o Jack. E o acidente e a sua perda de memoria o fez esquecer desse sentimento. Fazendo ele se lembrar apenas do Dylan. Então ele estava seguindo o seu coração e os seus sentimentos. Não acho que isso faça dele uma putinha. – Muito obrigado . – Muito obrigado. Me adicione nas minhas redes sociais e fique por dentro dos próximos contos e livros.
26/10/2019 10:48:28
Volta.
21/10/2019 19:14:21
:)
16/10/2019 14:34:52
Demais como sempre
16/10/2019 01:54:00
LAMENTÁVEL. RICK É REALMENTE UMA PUTINHA. SÓ GOSTA DE SEXO. PARECE QUE CORRE ATRÁS DE HOMENS SÓ PRA ISSO. UMA PENA QUE NÃO SE LEMBRE. POBRE JACK.
15/10/2019 07:44:34
esses dois tem ficar juntos de tanto que passaram...

Online porn video at mobile phone


contoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeProvocando priminho nerd cantorcoroa loira tranzado até gouzaContos eroticos sou uma puta engulobpyzinhos batendo punheta infiando um dedo no cu apimeira vezcrente safada contosconto erotico mae e filho bunda parte 3conto erotico um desconhecido tirou o meu cabaco na vespera do meu cassmentomanda um vídeo de pornô aí eu não tô nem phone 5Rasguei a buceta da mendiga com a mao contosfudendo com sobrinha apos um sono profundomenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasRelatos gemeas moreninhas levando na bundinha contos eróticosgatinha carinhosa sentando gostoso xvideos.comtitia gostosa peituda bate punheta enquanto o sobrinho novo lhe aperta as mamas peitudas Mas que dor horrível conto pornoxvidreo neta maeé só sorriso da b***** dentro do ônibus e não percebe pornôCONTO CHEIRANDO CALCItio pega sobrinho debrusos pelado e enrababucetao de sotinho q capui de fucacontoerotico eu namorada mae e tioprimeiro negão a gente nunca esquececonto etotico patroa e empregada bixesual e seu esposocontossobreincestocontos erotico fudendo gostoso com o meu compadreX vidios minha namorada me obrigou e limpar pau com merda do amantecontos eroticos meu pai me comeu quando estava dormindo wattpadmulher chupa gostoso com o dente encavalado pornoeu e minha irmã e minha mãe moramos sozinhos eu tenho 22 anos de idade minha irmã linda e gostosa ela tem 18 anos de idade eu tirei a virgindade da buceta e a virgindade do cu dela eu tava a noite fundendo minha irmã no meu quarto minha mãe ela entrou dentro do quarto ela me viu eu fundendo minha irmã minha mãe ela tirou sua roupa minha mãe disse pra mim pra eu fuder elas duas juntas conto eróticocontos eróticos de incesto uma competição entre a minha filhinha e a sua amiguinhavelho bebado esfregando a cabeça do pinto na bucetapaniqueti lavando gosarda pirnideixei meu irmão mim quem Fiji que estava dormindo x videsprovoquei e aguentei chorando o negao contos faysprica cavalamãe sejipana deichando o filho gosar dentro da bucetacesto de calcinhas sujas de gostosasvideo de sexo gostoso purro sexo mulher com doisvideo de sexo a três homen comendo aboceta e a outra enfiando uma pica de burracha emessa no cu delaxporno com mulhe negha que nao jheta picamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1depravadacaopono cario,caconto eroticocontos danada sem calcinhamulher cagando enquanto dava a bucetagozei dentro da minha gerinhacontos eiroticos leilaporncontos sobrinha menor tio bolinandonegao faz sexo forcado com a magrinha que ficou toda assadafihota coxuda mete 4 tipohomen bota ametade de seu pau na buceta da bezerraxxxvideos nao aguentou e deu uma boradinhaxvideos sura de bosetasencoxada bem arroxadanetinha perdeu o cabaco do cuxxx bunda grandeconto em familiacontos enfiada no cuconto incesto sempre que vejp minha irmã fico de pau duro e ela cheia de tezaoxvideo br homem es turpa mular na casadelavadia dando o cu fechadíssimox videos mulheres sendo chapuletadacontos eroticos de padastropornô em família faz falta matar filha caçula engasgada com Bengalalactofilia com leite materno feticheprica cavalacontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramvendeos Ian pega sogra nua no quartocontos eroticos deixei meu enteado me bolinar anoitegay contos molestadohistória e foto de tia gostosa que gosta de fazer macarrão com sobrinho novinho e g****** na mão delaContos a empregada com fotosencoxoando a cega contos eroticosincesto com meu vô contossossegado sexo mulher corno