Como tudo começou (conclusao da viagem)

Um conto erótico de Edu Targaryen
Categoria: Heterossexual
Data: 08/10/2019 10:23:36
Nota 10.00

Depois de um período agitado e muito prazeroso em Verona, era hora de voltar. Foram férias incríveis e cheias de acontecimentos que ainda irei contar para vocês. Se você ainda não leu os dois contos desta viagem, sugiro fortemente que os leia.

Estamos no saguão do aeroporto aguardando nosso voo. Como sempre acontece nos aeroportos está cheio de pessoas e muito barulho. Sempre acho incrível como o fluxo de pessoas nunca para em lugares assim. Mas no meio de tanta gente está ela: a Manu...

Este não é seu verdadeiro nome, é claro, mas vou chama-la assim para preservar nossas identidades. Quem leu meus dois últimos contos sabe que ela é uma deliciosa morena de cabelos longos e repicados, 1.68 e um corpo que me faz rasgar suas roupas só para admirar aqueles seios grandes e perfeitos e aquela bunda redonda e durinha. Ela agora está sentada mexendo em seu celular vestida de calças jeans e uma blusinha branca, mas quando a conheci usava um vestido preto que... nossa, ainda me faz dar um sorriso cretino e safado quando lembro. E é sobre isso que quero conversar com vocês hoje: a nossa primeira vez.

Eu a conheci num chat em um dia no qual estava meio entediado e resolvi bater papo e ver no que iria dar. Não esperava muita coisa e tive algumas conversas estranhas e até desagradáveis com pessoas que posso classificar como bem estranhas rsrs Até que ela entrou na sala e perguntou se alguém estaria afim de apenas uma conversa séria.

Me lembro de ter pensado “por que não” e a respondi, convidando-a para conversarmos no privado. A conversa começou meio tímida, mas, para minha surpresa, logo não conseguíamos mais parar de teclar! Kkk Descobri uma mulher inteligente, culta e que tinha muitos gostos idênticos aos meus e logo pedi para conversarmos via whatsapp pois não queria perder seu contato. Ela relutou um pouco, mas logo estávamos conversando pelo app, uma conversa que se estendeu por quatro horas! Ela morava em uma cidade um pouco distante da minha, mas eu não deixaria que isso se tornasse obstáculo de jeito nenhum. Conversamos muito nos dias seguintes e, quando o assunto foi para o sexo, descobri uma mulher tímida e discreta em público, mas que entre quatro paredes se definia como insaciável e desejosa por ser dominada por um macho cheio de vontade.

Mandei alguns dos meus contos para ela e ela os devorou a todos. Marcamos de nos encontrarmos no fim de semana e assim o fizemos.

A esperei ao lado da estação de trens de sua cidade e esperei ansiosamente até que meu celular vibrou com a mensagem de que havia chegado. Olhei ao redor e a vi de pé na praça em frente. Ela usava o já citado vestido preto, sandálias pretas com detalhes prateados, colete jeans e óculos escuros que a deixavam charmosa e com um ar de mistério...

Ela me perguntou onde eu estava e tentava me localizar, mas eu dei a volta e cheguei por trás para sussurrar no seu ouvido:

- Oi, esperando por mim?

Ela se virou então sorrindo e eu já a abracei e demos nosso primeiro beijo, longo e cheio de desejo como todos os beijos deveriam ser. Senti que ela já tremeu na base naquele momento e tratei de nos encaminharmos para o hotel que reservei. Porem ela me fez prometer que antes de fazermos qualquer coisa iriamos nos sentar um pouco e conversar. Um tanto relutante concordei e partimos rumo ao hotel.

Ela havia me contado que tinha medo de elevadores então escolhi um quarto no andar mais baixo que veio a ser o 257 (nunca esquecerei este número), quando o elevador chegou eu segurei sua mão, entramos e a abracei para ajuda-la a desviar sua atenção. Queria que ela se sentisse à vontade e protegida ao meu lado.

Nosso quarto era branco, tinha um pequeno corredor com o banheiro a direita seguido pelo box do chuveiro e em seguida se abria num espaço mais aberto onde tínhamos uma espaçosa cama de casal box. Na parede em frente a cama uma TV estava pendurada e havia também uma pequena mesa sob a janela. Também havia um espelho vertical antes da tv que era grande e tinha moldura dourada.

Assim que entramos no quarto ela, nervosa e sem saber bem o que fazer, ficou de frente para o espelho. Eu cheguei então por detrás e a abracei beijando seu pescoço e ombros enquanto a elogiava e dizia o quanto esperara por aquele momento. Ela se virou para mim e nos beijamos sentindo todo o desejo aumentar e a temperatura do quarto subir. Então me lembrei do quanto ela sonhava em ser dominada e disse:

- Lembra que prometi sentarmos e conversar primeiro? – perguntei enquanto a girava e a fazia ficar de costas para a cama

- Sim. – ela disse com uma voz tremula – Você prometeu.

- Pois eu menti. – falei enquanto a empurrei e a fiz cair deitada sobre colchão

Gosto de honrar minhas promessas, mas naquele momento era tesão demais, vontade demais para segurar. Então levantei suas pernas e fui direto para sua calcinha. Comecei a passar minha boca sobre o tecido que guardava aquela bucetinha deliciosa que eu queria tanto. Ela nem sequer protestou, apenas gemia baixinho enquanto eu a provocava sem dó.

Logo tirei sua calcinha e comecei a chupar seus lábios externos. Era delicioso ver aquela bucetinha gordinha, morena e suculenta toda molhada já. Então fui circulando minha língua ate chegar no seu grelinho e quando comecei a lamber ali ela gemeu forte e começou a tremer.

Coloquei então suas pernas sobre meus ombros segurei suas mãos firmes na cama e cai de boca naquela gruta maravilhosa. Chupei e lambi com vontade até ela ter o primeiro orgasmo.

Então, sem nem dar tempo para ela se recuperar eu a virei de 4 e meti minha rola bem fundo. Ela já estava sensível pelo orgasmo e gemeu bem alto quando dei a primeira estocada. Logo estava rebolando e forcando a bunda para trás enquanto eu bombava com força e dizia que ela iria gozar muito ainda naquela tarde, que eu iria deixa-la exausta e que ela deveria me dar prazer como a putinha gostosa que eu sabia que ela era.

Ao dizer isso ela se arqueou toda e logo estava tendo mais um orgasmo intenso. Caiu sem forças na cama e ficou ali recuperando o folego, me chamando de cachorro e dizendo que eu a enganara.

Aproveitei para tomar um banho rápido pois me sentia suado da viagem e logo voltei para a cama. Estava eu ali, só de toalha vendo-a ainda de vestido na mesma posição em que a deixara. Dei um sorriso bem malicioso e pensei no que faria a seguir.

Então lembrei de uma cena de filme que sempre quis reproduzir: pedi que deitasse normalmente na cama e fui beijando seu corpo começando pelos pés, subir pelas suas pernas bem devagar. A fiz erguer os braços e subi seu vestido ate a altura dos cotovelos fazendo com que seus braços ficassem presos ao mesmo tempo que o vestido lhe tapava a visão.

Então comecei a provocação.

Fui passando a barba pelos seus seios e ela se arrepiou toda, beijei e dei uma mordidinha leve nos mamilos ao que ela suspirou bem fundo.

- Quem é você agora, me fala. – perguntei no seu ouvido

- Sou sua. – ela respondeu

- Minha o quê? – perguntei de novo

- Sua mulher!

- E eu sou o que seu então? – perguntei então descendo pelo seu corpo

- Meu homem.

- Mais alto!

- Meu homem! Ahhhh – gemeu ela

Porque no momento em que disse essa frase eu comecei a lamber seu clitóris com muita vontade. Chupava sua bucetinha e descia até a entrada do cuzinho e voltava novamente. Até que tive uma ideia. Peguei um frasco de lubrificante e voltei a fazer um oral caprichado. Enquanto a distraia com isso eu passei KY no dedo mínimo e penetrei sua bucetinha com os dois dedos do meio enquanto o mindinho “inocentemente roçava seu cuzinho” e espalhava o lubrificante. Aos poucos fui fazendo mais pressão e quando ela percebeu ele já estava todo dentro dela.

- O que você está fazendo? Tô sentindo um calor que nunca senti antes...

- Fala putinha, fala o que eu tô fazendo com você. Quero ouvir você dizer. – exigi

- Você está me fodendo – gemeu

- E onde eu estou fodendo agora?

- No meu cu caralho..., mas está tão bom... nunca senti isso antes. - ela falava e mordia os lábios

Então acelerei as lambidas e as estocadas compassadas e logo ela tinha o terceiro orgasmo do dia. Eu até pensei e lhe dar tempo de respirar, mas estava já quase doendo de tão duro então apenas ergui suas pernas e deslizei para dentro daquela bucetinha toda molhada.

Meti com muita força naquela posição, depois fomos de lado e de quatro enquanto eu lhe puxava o cabelo até ela não aguentar mais. Ela disse que já não tinha forças, que nunca gozara tanto e pedia um tempo já que estávamos quase duas horas e meia naquilo. Mas eu ainda queria mais uma coisa.

Coloquei meu pau na entrada do seu cuzinho lubrificado e comecei a penetração devagar, sentindo aquele buraquinho se abrindo para mim. Ela dizia que doía um pouco mas era gostoso então eu continuei até sentir minhas bolas encostadas na sua bunda. Quando ela se acostumou eu lhe disse para contar até três e quando chegou na contagem e estoquei meu pau ate o fundo. Logo estava metendo forte e gostoso ali também e gozando farto naquele buraquinho que seria meu dali em diante.

Passamos o dia todo ali, mas este conto já ficou muito grande, então se vocês quiserem, deixem nos comentários que eu descrevo o restante da noite assim como tudo o que ocorreu depois. Até a próxima rsrs


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Edu Targaryen a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
28/10/2019 08:58:22
Meu lindo, gostei do seu conto. Me senti vivenciando cada cena dessa transa deliciosa com a Manu. Especialmente no anal, onde aprendi coisa nova, de contar até três antes da penetração total. Rsrs. Nota máxima pra ti... Venha ler como meu marido soube que eu gosto de dar o cuzinho. Beijinhos...
14/10/2019 17:20:47
Cara, muito bom este conto. Narrou bem, com todos detalhes como começou esse teu caso com a Manu. Começa assim num chat e quando se tem sorte, acaba num caso gostoso, com transas formidáveis. Leva meu dez. Te convido a ler a ultima aventura da minha esposa com vários rapazes no Ibirapuera. Abs.
10/10/2019 00:03:06
Muito obrigado a tds pelo carinho e pelos comentários :)
09/10/2019 22:46:00
Cara vc é um mestre da sedução nota dez
09/10/2019 09:40:57
Ufa!... Só de ler eu já estava ficando sem fôlego. Putz!... Vc sabe mesmo como excitar e provocar nas preliminares. Garantia de que irá obter tudo, até mesmo o cuzinho. RsrSrs... Dez pra você... Publiquei também um novo conto e se você comentar, eu vou ficar bem feliz. Bjs=-)
08/10/2019 14:54:36
Nota 10 Edu...parabéns

Online porn video at mobile phone


xvideo as pantera tio vendo pela braxa da porta sobrinha no banhoxvidiomarisaxvidio.com mary buceta de ourocontos eiroticos leilapornirma novia estava no quarto escolhendo uma roupa para vestir ela pedi uma opuniao por irmao porno doidowalmir pauzudo xvideosXvideo.meninas.nemor.violada.dormido.figidocalça legui caladinha na casada xvideokid bengala com meno abuçeta de brazileriacontos eiroticos leilapornmédicos levanta vestido das pacientes e começa a acariciar xoxota deixando a calcinha molhadinhanovinha dormindo de Baby Doll padrasto canacontos eróticos meu padrasto e amigo dele me fizeram d puta e me humilharamcontos eiroticos leilapornhistoria erotica conquistei a minha filha pra dar cu pelo amigo roludoxvidei dei viagra pro meu tiu pra ter a desculpa de chupalocontoeróticoguri porno filho Engravidar mae dormidocontos erotico meu marido me flagrou de baixo de outro machoprofessora gostosa da etec contos eroticoscontos eróticos panicatos caras bebados comeram o barbeiro bundudover contos eroticos lesbicas de a ginecologista sexo relatosconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhofotos de mulheres transando ate gozar que a mulher tranzo com o patrao e com o motorista rubiaebetoxvidio.com mary buceta de ouroconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversarioconto"duas virgens" enteadasogra gostosa deu pro genro na reuniao de familiaXx videos galeginhas do olhos azulvidios porno mae dilinhoNovinhas.dando.pra.rinoseronte.com.rola.grande.xvideos.comhttp://comto erotico massagista erotica colocando dedo no c da menina virgemhomem, gozando, dentro, da, biceta,, dwmulher, gravida, no, carrocorno pega tua espoza dando a buceta pra oltroeu minha vizinha praticamos zoofiliaPegadinha rolando xsvidiofaz sua namorada ir ao ceu so com q sua linqua pornodoidoxvideos hetero novinho curioso resolve se aliviar com gaycontos eroticos minha nao cabia aqela pica eu era muito novinha mais deixei ele mt tdinhavídeo pornô da mulher com carro enguiçado o cachorro dela para casa para transarmundo espermatozoide no cu do Negrão mundo bixaconto erotico gay viado desobediente tem que tomar na caraúltimos contos eróticos gay da Cnnxvideo dechei meu socro abusar demimenina grita esta doendo e ta se cagando anal pornpasando a mào na buçta da gostosaassistir mulher do homem chegar na bunda bunda bunda levantando a saia e a cachola fazerxxx as calcinhas no sexto de ropa suja conto erotico opa suja da minha esposawww.xvideos/fodasse eu empurro com forca mesmoContos eróticos de incesto entre familias aonde todos mamam e foden em todas as posiçoes possiveis e de todo o jeito em orgiascasada se mostrano em casa pra corno e amigos juntos desfilando de fiocontos fudida por um caralho grande e grosso insertosxvideosdificil pra vc lukacontos herotico .primo do namoradobaixar pornô casais maduro pede rola de travesti negro novinho gozando sem camisinha de latinha do RolaContos eroticos gesseiro dotado na obra pega casada boyzinha n************ o c****** peidando e olhando para trásconto erotico com gravidez de reprodutor de aluguelxvideos.comi o'cuda maemeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticoscontos peidos meninas pornoconto gay o meu sonho de consumoarreganhada, arrombada fodida arregacada chorei contos eróticosXVIII minha mulher com negaoxvvidio padrasto fasendo a enteada gosar d tesao.pau enorme boceta de.18pornodoido. loirinhas da minha região, estou doidinho para acabar com seu sufrimento sexualconto erotico gay com vizinho velho coroa grisalhobrigas de mulheres bofinhocontos eroticos minha esposa pelada na cama com filhocontos eroticos patrao e a domestica novinhamae cpontos erotixosconto erotico gay vovo deu leite pro netinhohomem fodenfo uma bezeramostre video de mulher deixando menino pegar na buceta dela por baixo do brstido Contos eróticos gay iniciação sexual na infânciacontos gays-categoria incesto gays forçado- maduro vs menino ninfeto- meu padrasto paulonovinha no turno dando sua b******** e gemendo e o cara tome tome varaporno gey istorias comi meu priminho de treze anohomen bagaça o cu de esposa rabuda com pênisnao adianta chorar vou rasgar sua bucetinhacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgefeminizacao hormonios dedos no cu porra conto eroticominha esposa quer que a comadre me chupeencoxando espoza do amigo na festa