FOI TANTA PORRA QUE ME MELECOU TODA, NA ENCOXADA DENTRO DO TREM.

Um conto erótico de Cibele
Categoria: Heterossexual
Data: 30/09/2019 10:44:03
Última revisão: 08/11/2019 18:41:43
Nota 9.93

Me chamo Cibele, tenho 22 anos, cabelos castanhos, 1,70m, 62kg e faço facul de enfermagem. A galera que leu meus contos, sabe que minha primeira vez foi com um casado e já tive um casinho com meu padrasto. O que vou contar hoje, foi algo que aconteceu semana passada.

Uma coisa polêmica que até agora, não entendi direito como aconteceu. Fui visitar minha mãe, que mora em Ribeirão Pires, na grande São Paulo. Peguei o trem lotado na estação da luz. Na parada seguinte, entraram mais passageiros e estávamos comprimidos igual sardinhas em lata.

Senti alguém encostando no traseiro. Isso já aconteceu muitas vezes no metrô e penso que foram acidentais e inevitáveis. Só uma vez, percebi que era proposital, com o sujeito fungando na minha nuca. Quando a mão avançou para meu baixo ventre, mesmo surpresa e assustada com a abordagem agressiva, reagi dando uma cotovelada. O abusador afastou rapidinho.

Sempre pego transporte coletivo com calça branca, uniforme de enfermeira, já que trabalho numa clínica. Como era dia de folga, estava com um vestido justo e colado, o que realça cinturinha e quadril largo, sem falar no bumbum redondo e empinado. Meus pontos fortes.

Quando o trem arrancou, senti que a encostada foi mais forte, me fazendo inclinar o tronco, deixando o traseiro arcado. Fiquei na dúvida se era proposital ou não. Fiquei parada, encaixada nele, já que não havia nem espaço para se mexer, de tantas pessoas no vagão.

- Desculpe!

Ouvi uma voz masculina se desculpando. Virei a cabeça e vi um homem com no máximo trinta anos, aparência distinta, paletó sem gravata. Não pareceu bonito à primeira vista. O que chamou atenção foi seu perfume, discreto e agradável. Acabei sorrindo, como dizendo ¨Não foi nada¨.

Não sei porque, inexplicavelmente, senti tesão. Ele procurava manter o ventre longe, se bem que não havia como deixar de encostar o peito nas minhas costas. Acabei empinando o traseiro, encaixando melhor as nádegas na região dos países baixos dele. Ele não recuou e ficamos assim, encaixados. Sua calça social facilitava meus sentidos perceberem que ele estava com falo duro, em plena ereção. Tomada pela libido exacerbada, cometi a loucura de rebolar lentamente.

O recado foi claro. Eu estava gostando! Ele entendeu e passou a corresponder, dando estocadas como estivesse copulando. Na hora nem pensei na insanidade de estar fazendo sacanagem pública e pior, com um total desconhecido! A perereca cada vez mais umedecida pela excitação.

Mais confiante, segurou minha cintura com uma das mãos. Na parada seguinte, enquanto pessoas desciam e mais ainda subiam, fui puxada para o canto do vagão. Naquele mar de pessoas espremidas, ele colocou a mão por baixo do vestido, passando o dedo na bocetinha, acariciando-a por cima do tecido da calcinha. Enfiou o dedo por dentro dela e com certeza, deve ter sentido no tato o quando eu estava molhada.

Na hora pensei que devia ter colocado uma calcinha fio dental, o que facilitaria a bolinação. Como ninguém nos conhecia, parecíamos um casal de namorados, com ele ¨protegendo¨ minha retaguarda. Aliás, isso é que muda tudo no sexo. Se é algo forçado, um fato traumatizante para a vítima. Um crime abominável. Se é consensual, algo gostoso de fazer,que traz prazer e orgasmos.

O cara sabia mesmo manipular meu clitóris. Parou um pouco e logo soube porque. Foi quando algo grosso e duro, roçou minha virilha, a ponta buscando entrada da grutinha. Senti um choque quando a cabeçona roçou os lábios vaginais. De tão excitada, a xaninha toda molhada, sumos quase escorrendo. Seus dedos voltaram a manipular o grelho, enquanto o membro ereto deslizava pela minhas intimidades.

Ele estava quase me comendo dentro de um trem lotado! Nem tive coragem de olhar para ver se alguém percebia. A barra do vestido erguida atrás, quase na cintura. A bunda exposta, calcinha meio de lado e o desconhecido tentando me foder!

Estava gostoso demais o roçar da pele na pele. Seu fungar no meu cangote, o bafo quente na minha nuca e pescoço aumentava o tesão. Ousado, ele queria me penetrar e eu, louca de desejo, tentava facilitar o que era impedido pela calcinha. Se pudesse, eu a teria tirado ali mesmo. O clímax estava chegando. Acabei tendo um orgasmo forte, a ponto de sentir as pernas bambearem.

Nessa altura, me agarrei fortemente na alça de sustentação. Ele com as duas mãos nas minhas ancas, fazia seu pênis inchado deslizar no meio das minhas coxas. Até que aconteceu! Uau, ele ejaculou! Foram jatos e jatos de gala morna, melecando tudo! Parecia que ele estava urinando em mim.

Já estávamos em Mauá e quando a porta do trem abriu. Ele desengatou e desceu rapidinho naquela estação. Nem consegui vê-lo direito descendo do trem. Quando saiu, só então, pude vê-lo pela janela, tentando disfarçar a barraca ainda armada.

O trem já estava mais vazio. Eu sentindo desconforto da porra gosmenta escorrendo pelas coxas. Quando chegou em Ribeirão Pires, corri para o banheiro me limpar. Já tinha melecado até abaixo do joelho. Uma grande parte da calcinha molhada. Não fiquei sabendo o nome dele e nem ele, o meu. Se por acaso, você ler este, deixe contato nos comentários. Sou aquela de vestido estampado, amarelo predominante...

******************

FOTOS- Neste conto também, para quem deixar e-mail nos comentários, a divulgação pode enviar minhas fotos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/11/2019 23:52:53
Mande-me fotos.
08/11/2019 23:52:15
Muito bom
07/11/2019 14:15:41
06/11/2019 23:48:19
Muito massa teu conto, Cibele. Estou louco de vontade de te encoxar também. É só me dizer quando e onde. Rsrsrs.
06/11/2019 21:23:59
06/11/2019 21:23:37
Adorei, muito excitante!! Muita adrenalina, o que é demais!!!
06/11/2019 20:12:34
Excitantíssimo!!! "cinturinha e quadril largo, sem falar no bumbum redondo e empinado. Meus pontos fortes." Isso excita antes de ler o enredo do conto... só em imaginar!!! Rss Excelente conto! Nota dez - como sempre.
06/11/2019 14:45:40
Delícia de conto!! Muito escitante e muitíssimo bem escrito. Um bj do
06/11/2019 14:43:17
Otimoo Envio de fotos
06/11/2019 13:07:00
Hey ho Cibele! Voltou em grandíssimo estilo! Vc foi uma das primeiras autoras que devorei aqui na casa. Li e comentei tudo que você publicou e estava sentindo falta das suas narrativas. Fiquei feliz pra dedéu com seu comentário no meu conto. Andei publicando muitos desde sua visita anterior. Dá uma olhada lá que tem muita história boa. Esse conto seguiu seu altíssimo padrão de escrita: Português impecável e enredo excitante. Merece 10 com louvor!
06/11/2019 10:46:54
Amei o conto, adoro contos de encoxada.Ficaria muito feliz se me mandasse suas fotos.
05/11/2019 21:21:40
Cibele, sua danada rsrs nota 10
05/11/2019 12:00:27
Conto maravilhoso, nota 10 para você ^^
04/11/2019 15:01:03
Olá Cibele que alucinante esse relato adorei, obrigado pela leitura em meu conto,ñ... aguardo seu contato...
03/11/2019 01:12:15
Nota 10. Fantástica aventura. Aguardando as fotos.
02/11/2019 18:35:21
Cibele meu amor, parabéns seus contos são excitantes ao extremo, não têm como não se excitar pensando em você,adoraria poder admirar seu corpo nú,ou não.Continue narrando suas experiências aqui sempre quê puder , ,dez sempre , beijos princesa do tesão a flor da pele.
02/11/2019 13:31:52
Excitante.
02/11/2019 10:36:42
Obrigado por ler e comentar meu conto Cibele. Vc ficou com tesão de ler eu comendo a casadinha enquanto seu marido supostamente viajava?. Adorei seu conto melei minha cueca box. Sou um coroa com 44 anos mais estou bem em forma a devido me cuidar e a academia q fiz durante anos. Moro próximo a sua mãe em Suzano e su mãe Ribeirão Pires aqui do lado. Chama no meu e-mail para nós trocar whats e quem sabe marcar um encontro top. Prometo fazer valer a pena te aguardo ancioso
01/11/2019 21:04:06
31/10/2019 23:08:26
Conto curto, mas bem excitante. Meu e-mail

Listas em que este conto está presente


Online porn video at mobile phone


contos eroticos morena com o mendigokaon contosprica cavalacontos eiroticos leilapornflagrei a cunhada f****** Conto Chinêstico cabeçudo abrindo achecaporno magrınha com dotadovideo de madrasta indo a viagem de finalistas com o filhohetero esperimentamdo pau do amigo xvideoxvideo corno arma asautonegoes pirocudo enpurrando na potrinhaRelato de cornos submissoimem roludodovideo porno papai italiano comendo a filhinha italianinhaporno tarado castigando buceta visivelmentewww.xvideoleitinho/tiocontos eroticos gay bebadoincedto mae forcando filha a dar o cuzinho pro padrasto arrebentar as preguinhasxvideo hetero esperimentamdo pauwww.porno novinha dormindo no sofa amigo abril o botaoda calcacontos de zoofila novinha gritando de dor na rola gigantescamulheres do peitinho durinho se masturbando Marquinhos gostosavoce ficara ipinotizado negao xxnnConto erotico mãe transando com pedreiro e filho vendo e depois vai querer tranzar com mãefazendeiro malvado mundobichacontoerotico eu namorada mae e tioxvideo sogro taaContos de meninas ki deu abuceta pra uns velhos tarado pau enormesx video subrinhaolhando o titio roludosexobrasileirocavalobrasileira minha enteada tirou a roupa na minha frente e me estigou muito xnxvidio minha mae chupo meu pau com camisinha .comwww.xvideo penis realístico 18x4e já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoracontos eiroticos leilapornContos Erotico Fui morar com minha irmã meu cunhado me comeucontos primeiro menage rolou ate dpConto gay policial fodido pelo marginalvarias mulheres nuas no meio da grama mexendo na buçetaprovoquei mei filho e ele me fodeu bem gostosomelhor punheta da minha vidabuceta lagar pelo jeguemoa confogo para dar abuetafiho nervozo desconta na mae putariabrasileira"mulher que eu amo" casadoscontos.com.brcontos a punheteira do papaicontosmae e noradois dotado fetendo com forca e tirando sangue da bucetinha da moleca assanhadaeu, minha namorada, minha namorada e meu tioamigas chantageadas depois de furta pornomorenas brasileiras bundas grandes levando palmadas na bunda gostosas youtubecontos picantes de amor gaysgozou dentro da buceta e a mulhervnao queria no xvideoscache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 conto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancotravesti super roluda pega a mulher casada que goza so de ver o tamanho ahhhhcontos de sexomarido bebadocontoseroticos/comadre rabudacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anoscontospono de insetosaquelas cunhadinha gostosa f****** com pica devagarinhogozando dentro da buceta das lindonas nas baladasxnxxx filha comi o ermao zinho em Portugalconto eroticos mentir pra enteada nlclimax contos eroticos lesbicas consoloContos eeoticos velhinhobaixar video porno tiar virgidade foda rijaconto gay novinho de tramandai.rsContos eroticos sou obrigada a fazer nojerasmostrando abuçeta pedindo para alguém comercunhado erra a buceta e acerta nu cuzinho da cunhadapatricia de faculdade gostosa gemendo muitoxividio ele maxuca o cu delavídeo de pornô senta na minha pica rebola Dodôrelatos íncestos tio e sobrinha dormindo nuxx pornô quero ver minha vizinha casada bençãoliberalina puta vídeo proibidocontos eroticos aluguelxvideo qrebado ucabasunovinha indecente nao aquento me ver so de cueca pornoxvideos. pica. guande. brancacontos eroticos de tia bolinando sobrinha menor de idadeconto erótico esposa fazendo teste de fidelidade com esposapornocaseirogosandodentroconto viadinhoxxxvidios so pau porreta de grandecontos minha empregada chupou minha bucetabaixavidio.pornozoofilia sangrando minha irman adora pagar cofrinho xvideodei a buceta na bicicleta contos eroticosvidios oque casadas safadas fasem de gostoso de supresa pro maridocontos e histórias de pai tarado não aguentou e comeu a filha de sete aninhos gostosinhanovinha panhando o cachorrinho pra lammber sua bucetinhacontos eróticos meu genro me pegou traindo meu maridometessao pai e filhaflagra de coroa transando de bruço em praia de nudismo