Insanos: Cooperação

Um conto erótico de Duque chaves
Categoria: Homossexual
Data: 12/08/2019 20:31:36
Nota 9.00
Assuntos: Gay, Homossexual

Primeiro dia de aula era sempre o mais chato de todos. Felipe estava chegando na escola com sua carinha de safado, os óculos escuro ajudavam o menino a ser badboy. Felipe era um moreno, bonito e sociopata. Ele era rico, seus pais eram do governo. Então o badboy tinha tudo que queria.

Ser o líder da escola e ser o cara mais babaca, era o rela motivo de todos amarem ele e odiarem. Felipe tinha os olhos verdes, um sorriso cafajeste, sua pele era definida e com algumas tatuagens. De 2 metros e 10 centimentros era o melhor jogador de futebol, vôlei e nadador junto com o basquete.

O garoto era um rei, e jamais ninguém soltava um Há contra ele.

Todos sabiam que quando ele chegava de óculos escuros, ele tinha fumado maconha ou estava de ressaca. Felipe tinha toda a autonomia para chegar ou sair a qualquer hora, seu destino estava traçado, ele iria seguir o governo como seus pais. Ou montaria uma empresa com o dinheiro dos pobres.

Burgueses. Como ele mesmo se dizia, um príncipe negro.

A escola era um campo minado, onde traria dores profundas, dores que ninguém poderia mais fechar e poderia ser o juízo para o restante da sua vida. O primeiro dia da escola era sempre assim, cheio de regras e mostrando quem era quem.

E o primeiro dia de aula era sempre posto pela piada do ano. O trote.

Felipe tinha seus dois melhores amigos.

Bispo Arthur. O loiro de olhos azuis e rosto triangular, com o corpo malhado, olhos redondos e cabelos em estilo degrader, mãos fortes e pés grandes, um nariz arrebitado e sempre usando óculos, ele era um estilo nerd arrumado. Mais ele era o próprio demônio. Bispo vinha de uma família tradicional evangélica, seus pais eram donos de concessionárias pelo estado. E também preparadores assíduos de uma igreja que rendia para eles uma extra grande de dinheiro.

E o terceiro chamado de Thiago Fernandes kalum, o árabe da escola, o mestiço, filho de um Sheik bem sucedido que tinha o coração do pai em suas mãos. E faria de tudo para que o pai o amasse mais ainda. Ele era pardo, de temperamento forte e sorriso branco, os cabelos negros o rosto já chegando a ter pelos, uma barba se criando em seu rosto redondo.

O trio era reconhecido como os melhores da escola. Mais dessa vez o trio iria fazer um trote com uma pessoa que não deveria.

- E ai, vamos fazer a brincadeira? - a pergunta de Bispo era direta, os três estavam sentados juntos na arquibancada da escola. Meninas perto deles. Para querem o que eles tem. – Já sabem quem sera?

- Eu quero, sabe que isso virou uma tradição! – Thiago estava mexendo em seu celular. – Temos que escolher a pessoa certa.

- Que tão aquele garoto ali? – Felipe apontou direto para um garoto tímido, que chegava acanhado e subia ate os últimos degraus. – Eu quero Dominik.

- Você vai querer fazer o trote com a putinha da escola? Seja original. – Resmungou Bispo, encarando o maior subindo.

- Sabe que ele já é fudido por fazer sexo aqui na escola. E o professor Kaleb não aceitaria isso. – Thiago resmungou encarando os dois. – Mais o que pensou?

Felipe sorriu encarando os amigos.

- Ele é uma puta, logico. Todos nos sabemos disso, correto? Bem, o professor é seu gerenciador e podemos pagar ele. Para fazer uma festinha conosco. O que acha?

- Não acho que isso daria certo. – Thiago comentou ao se vira para ver o diretor falando.

- Claro que vai dar certo. Será o trote perfeito. Até porque o garoto não tem o que perder. Vão topar minha ideia ou não?

Os dois se olharam e concordaram.

O sino tocou e eles foram embora.

.;Dominik cheirou a carreira de cocaína, para aguentar mais um dia na escola.

O branquinho de cabelos negros ondulados, de sorriso tímido, e de alargador nas olheiras, estava cheirando cocaína para aguentar o dia de escola. Dominik Salvatore era um rapaz de 17 anos, magro e com várias bifurcações em sua alma.

Seus olhos eram confusos e sua mente era desequilibrada. Suas duas personalidades brigavam entre si. Os dois eram bem diferentes dentre si, Dominik era dócil e tinha perdido os pais quando estava de férias na casa do tio. A guarda do garoto ficou com o tio que era louco, um maníaco que jamais encontrou a verdadeira luz.

O tio chamava de Kaleb. Um professor com uma bunda grande e o corpo de academia, de cabelos grisalhos e sorriso torto. Sempre visto usando roupas sociais e com o nariz empinado, um cara de poucas palavras. Que estava fazendo da escola o seu próprio puteiro. Ele usava o próprio sobrinho para conter a sua mudança de humor.

Dominik começou a ter o surto de personalidade depois do acidente dos pais. Ele desenvolveu a dupla personalidade que se auto denominava de Daniel. Esse rapaz era mais para frente, sempre defendia sua outra personalidade, mesmo não gostando muito desse lado depressivo e carente.

Daniel era o típico garoto que seus pais falam para você não ficar perto.

Sempre com cara fechada e sempre protegendo quem ama. Daniel não era o ruim da historia, ou era. Para aguentar aquele dia ele teria quer ser Dominik, não sua outra persona. Kaleb levava o sobrinho para escola em seu carro novo que conseguiu com os programas do sobrinho.

- Hoje vai ter dois cliente depois do segundo tempo e o terceiro vai vim ate o final do dia. E fique arrumado que vai sair com um cara hoje, que esta pagando a mais para você. – O rosto do tio era fechado e sempre carrancudo. Seu celular vibrava pelas mensagem dos clientes que ele conseguia.

Todos adoravam Daniel. Dominik não gostava daquilo, mais toda vez que ele se recusava em fazer qualquer coisa que seu Mestre manda-se, ele batia no mesmo. Espancava até sair sangue. Foi por isso que Daniel veio a fazer os programas para o tio.

Como ele dizia, que devia isso ao mesmo, que se não fosse por ele, estaria na rua ou em um orfanato. Kaleb era bom em comer a mente dos outros e isso fazia do menor seu prisioneiro.

- Você me ouviu? – A voz autoritária do maior fez o corpo de Dominik tremer e se enrijecer logo em seguida.

- Eu ouvi. Eu queria um tempo para estudar. Vou ter provas chegando e eu fui mal...

O tapa foi certeiro no rosto do menino. O vermelho em seu rosto ardia.

- Vai fazer o que eu mandar, quem manda em você e seus estudos sou eu. Sou o pedagogo da escola e se continuar desse jeito, posso te deixar anos reprovados, você tem uma divida comigo. Agora saia do meu carro.

Dominik saiu andando apressado, até ouvir a voz de seu tio o chamar.

- Eu quero o Daniel.

A voz de comando do tio fez o menino perder toda a consciência e a outra personalidade tomar a frente. Daniel tinha chegado.

- O que foi? O que vamos fazer hoje?

Os olhos do tio brilharam com a outra persona. Kaleb tinha relações com Daniel, dentro dele ele sentia desejo pelo mesmo, e toda vez que fazia sexo com o mesmo, sempre era sadomasoquista.

- Meu anjinho, hoje vamos ter 3 pessoas para você fazer. – Ele olhou para o maior o pegando pelo cenho.

- Eu vou gostar disso? – A voz fria e os olhos duros de Daniel fez aquele homem tremer. Daniel sempre era dominador na hora do sexo, não importa se ele era ativo ou passivo. – Ou vou ter que cobra a mais de você?

- Claro que vai gostar. Já me viu trazer um cliente para você que não gosta-se?

Daniel sorriu franzindo o cenho.

- Eu vou para aula. Já que sei o que devo fazer.

Daniel andou pelo estacionamento e entrou pelo anfiteatro da escola. E se sentou no fundo da escola. Olhando para todos aqueles jovens que não sabiam sobre a dupla personalidade que estava ali, que Dominik e Daniel era uma bomba relógio, preste a explodir.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/08/2019 21:14:55
HUMMMMMMMMMMMM. TODOS ME PARECEM SER RICOS. MENOS O DOMINIK E DANIEL E SEU TIO. INTERESSANTE. CONTINUE...

Online porn video at mobile phone


www.contoerotico.avô e neta no pomarbrincando de esconder e abusando da menina contos contos enrabado na prisãoxxvido apontei sevagefilhaviu o pai pelado e virou a bunda pra ele comerGoroto ele é virgem e pai agara o pau do garoto conto eroticocontos eroticos proibidos menininhaccontos eroticos de incertos homem mega pauzudo pegou a forza sua irma novinha e virgem ee estorou seus cabacos brincando com a amiga acabei transando com elasexoimagm de sex filha qosano na cara do paixvidio roludo medingocontos erodicos comi minha netafudendo com forca socando dedo maos chupando a linhuinha at gozarcontos eiroticos leilapornconto erotico huntergirls71eu estupando gurizinho de seis anos gay contospinto na bucetado novinho enfiando so a pontinha depois com força depois uma bela chupada na cabeca do pintomadastra linda gotosa eu meu pai trocamos as mulheresvídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvirgaleguinha baixinha trancadinha novinha transando e beijando a forçaxvideo Brasil com cara de surpresa quando ver o pirocao e fala nossa que piroca grande não vai caber nãoestupro esposa contos eroticosfinjo de tonto para comer enteada pornôflme prono com hme com pito enorme gratiscontos eróticos minha esposa virou Alfaiate emBiazinha cagou nas calçasflagrei minha sogra muaintiada esbugalha o olhos com pau grande no cu swxoconto mostrei a buceta pro genrominha eaposa me contou que gosta de super picavelhas dos peitoes muchos e grelo grando transandoeu, minha namorada, minha namorada e meu tiotia coroa bebeu fico com fogomulher embriagda gosta ou nao do sexo?dei viagra pra minha irma e nos transamos pornodoidohomenagem a cornodaputa ler contos eroticos de padres reaisconto nossa filho que pauzãoporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosaChevette com tesão na sobrinhanovinha rebolado chote custox vidio menina de menor batendo punetaxvideoszuandomulher pega marido dando pra entiado video caseirogeynovinha safada humilhando o padrasto é estrupada a forca no conto eroctico do quadradinhomelando buceta com salivasogra deu mochila a sogra e a buceta para o genroadolecente loira abrinda xota gosada muitoxvideo molhe gotinha tazado e gozadBrincando com as primas novinhas, tirei o cabacinho delasconto minha esposa no onibusporno contosminha mulher eo estranho carroconto gay "respeitar teu macho"baixar video Foi socorrida e agradece com Foda pornôsetonas-com-belas-xoxotCheiro de rola de machos de academia suado contos gaysconto d queli tesudinhaasustou quando viu um pau grissoo gaycornolandia contosGeisy Arruda mostrando a buceta alteradaConto erotico sou madura e consolo lesbicasafadinha de short jeans agasalhou pau do negao na bocaWww x vidio .con tirano cabaso dAvigeobreiro da universal punhetandoVer contos de ciume do diario de um guei (sobre alam e biel).casa dos contos eroticos infidelidadecontos eroticos meu pai me comeu quando estava dormindo wattpadcontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramlek que gosta de chupar paucontos com fotos encoxada no ônibuscontos eroticos malv comendo as interesseiraComtos filha semdo fudida pelo pai e amigos delePretinha labios carnudos sendo enrabadaxvideos disfarssando bundanovinha bebada faz se. xoi anal n quartestorias de sexo acordei com meu padrasto me chupando