Bati punheta com meu pai quando era adolescente !

Um conto erótico de Gabexxx
Categoria: Homossexual
Data: 28/11/2017 16:43:14
Nota 9.45

Confesso que sempre quis entrar aqui para escrever historias que já aconteceram comigo, mas nunca tive coragem, mas deixei de bobeira e vim mesmo assim, porque quero desfrutar dos mesmo desejos com outras pessoas. Quem sabe até conversar com quem já teve experiencias parecidas...

Já deixo claro que não escrevo contos, e sim historias (que ocorrerão comigo) e que eu gostaria de compartilhar, então não espere encontrar todas suas fantasias sexuais em um só texto. Por mais novo que eu seja já fiz coisas de mais até pra minha idade. Vou tentar ser bem claro, e detalhar tudo de IMPORTANTE que ocorreu em cada historia.

Então Gurizada, meu nome é Gabe, tenho 19, sou bissexual, tenho varias fantasias e fetiches, sou bem de boa, novinho, talvez... mas tenho algumas historias pra contar já.

Sem enrolar a primeira história é com meu pai. Eu tinha 13 anos na época, e trabalhava na oficina mecânica dele. Foi meu primeiro emprego, por eu ser filho do dono ficava meio que atoa, e só ajudando mesmo, meu pai tinha 49 anos, é moreno, cabelo liso, tinha 1.78M de altura aproximadamente, corpo normal, era forte porque mexia com carros o dia e a vida inteira, então acabava que isso resultava em um corpo até que agradável. Em questão de corpo ele lembra esse homem (/ só que ele é moreno claro e o peitoral pouco mais forte que o da foto, além de ser mais alto, braços mais longos, mas é bem paizão mesmo.

Já eu era magrinho, cabelo cacheado, tinha 1.55 M na época eu era muito baixinho sim, sempre fui claro porém se eu ficar no sol pego cor fácil, nessa época eu estava entrando na puberdade, era um saco, toda hora ficava de pau duro e dava vontade de bater uma, e nem sempre dava até pq eu trabalhava de tarde e estudava de manhã. E a noite dormia na casa do meu pai (eu não morava com ele). Certo dia ele chega pra mim e diz que eu vou ter que vigiar a loja, pois ele ia comprar umas peças de carro, e minha madrasta não estava em casa pra vigiar a oficina (a casa dele ficava em cima da oficina) então eu disse que tava de boa.

Meu pai sempre foi charmoso (não acredito muito em signo mas ele é Leão, acho que pode ter alguma coisa haver, pois Leoninos gostam de esbanjar sobre si mesmo) as mulherada vizinhas, e clientes sempre olhavam de lado e encaravam ele. Até tem uma historia de uma vizinha do prédio, mas isso fica pra outro dia. Fora isso ele sempre foi hétero, e másculo, voz grossa, tem um olhar fixante. Eu seria provavelmente que nem ele, porém nunca foi criado com ele então sempre fui um garoto normal, nem másculo nem muito viado kkkkk!!

Quando ele saiu eu estava de boa, mas ai passa uma amiga minha da escola, na vdd era meio que uma contatinho, a gente só se beijava fora da escola as vezes, nada a mais. Então chamei ela e ficamos conversando sem maldade alguma. Meu pai chegou falou "oi" pra ela, e me pediu ajudando meio que já dispensando a menina (pq eu estava trabalhando afinal de contas né). Dai eu ofereci água a ela só que a garrafa de água que ficava la em baixo tinha acabado, nisso meu pai disse que era pra eu subir e buscar mais. Dai falei pra ela vir comigo. Subimos e enchi e aproveitei dei água pra ela logo, ela perguntou se podia ir no banheiro depois e eu disse que sim. Fiquei gastando ela pq o banheiro de fora da casa não trancava a porta, então fiquei olhando ela ir no banheiro (sem maldade), mas por eu estar ali sozinho com ela acabei ficando de pau duro, ela percebeu, cheguei perto dela e botei pra fora, ela quis ir embora, por ficar sem graça, mas ai eu disse que tava de boa que não ia dar nada.

Na época por eu ter 13 anos, não era grandes coisas tinha uns (14cm) mas mesmo assim insistir e ela acabou pegando, eu já fiquei louco ali mesmo, então tirei a roupa dela e ficamos botando e tirando (uns 5-10 min), bati uma ate gozar na buceta dela, não dentro e sim fora. Quando a gente ia limpar eu olho pra trás, meu pai ali olhando, ele veio me pegou pela orelha e me botou no quarto. Sem falar nada, então saiu e fechou a porta. Depois fui ate a sacada e vi ele levando a minha amiga embora. Me senti horrível, por ter feito aquilo, fiquei lá em cima a tarde toda até dar a hora que ele fecha a oficina, minha madrasta já tinha chegado provavelmente ele contou pra ela. Nesse dia preferir ir dormir em casa, e pensei que ele não ia mais querer eu lá.

No outro dia eu liguei pra ele antes de ir, e perguntei:

~ Pai, é pra eu ir hoje?

~ Sim, mas é pra ficar aqui comigo, não quero você subindo nem na rua com ninguém.

~ Tá bom.

Ele disse isso pq provavelmente ficou chateado ou irritado comigo, por mais que eu não sabia o porque. No outro dia fui, e foi um dia chuvoso, e novamente ele precisou ir comprar peças pra um carro, porém minha madrasta estava lá e ele me chamou pra ir com ele. Então fomos, tava na cara que ele queria falar sobre o ocorrido então fiquei muuuitoo sem graça no carro. Resumidamente ele me explicou que eu estava muito novo pra pensar em sexo, e que eu podia ter engravidado a menina, disse também que iria me perdoar mas que era pra eu me concentrar nos estudos e no trabalho, pra eu não pensar nisso agora porque iria me atrapalhar. E concluiu dizendo:

~ Eu sei como é, eu já passei pro isso, quando eu tinha sua idade uma amigo mais velho meu, me levou a um puteiro, eu chegava na cama e não sabia oque fazer, e nem entendia. Quando acontecer (no caso acho que ele falava se me desse tesão), me fala que a gente da um jeito, não faz mais isso que você fez ontem, podia ter estragado seu futuro, não foi nada de errado, mas você realmente não tem idade pra isso ainda.

Nessa hora percebi oque ele queria dizer, eu era imaturo, e jovem, e eu me relacionando com outra pessoa jovem podia dar muito merda, gravidez, doenças, os pais dela saberem. Vários fatores, e também percebi que ele não queria que eu perdesse a virgindade muito cedo (embora eu já ter perdido aos 11 anos, que foi a primeira vez que transei) ele não era aquele tipo de pai que acha o máximo o filho comer mulher cedo, pq isso ia lhe tornar mais homem. Ele sabe que isso não ia ajudar e só atrapalhar.

Então depois dessa conversa compramos a peça e fomos embora, fiquei me sentindo bem melhor. Na semana seguinte, minha madrasta tinha ido fazer compras, e ficamos só eu e meu pai. Eu ficava mais a vontade com ele, porém muito sem graça de dizer algo, pois eu já estava de pau duro o dia, ou melhor a semana toda, bater punheta já não adiantava muito. Mas nunca fui muito intimo dele, mesmo ele conversando comigo, porém ele percebeu, que eu tava assim, toda hora ajeitando o pau na cueca.

~ Ta tudo bem ai?

~ Sim..

~ Tem certeza? Fica com medo não, é normal

... Pensei um pouco e disse:

~ É já faz uns dias que tá assim.

... Ele olhou pra mim, também meio sem graça e disse:

~ Você ta se masturbando?

~ As vezes sim, mas não adianta muito?

~ Mas é no computador ou no banheiro?

~ No banheiro, e o PC la de casa fica na sala, e eu nem costumo fazer isso lá.

~ Pode ir lá em cima e usar, não tem problema.

(Eu sonso, nunca fui de ver pornografia, raramente, então não tinha entendido o porque)

~ Mas usar pra que?

... Ele olhou com cara "vou ter que te ensinar tudo",e disse perai, ele saiu e pediu pra o cara da serralheria do lado (que inclusive tenho uma historia com esse cara) dar uma olhada na oficina, nem lembro o motivo que ele deu.

Subimos e fomos ate o quarto, o pc não tinha mesa ficava numa mesinha no chão, então sentamos no chão e ele pesquisou vários sites de pornografia, lembro que abriu varias guias, eu estava morrendo de vergonha, meu pau muxou na hora kkkkk.

~ Pronto escolhe ai e faz.

~ Tá.

Quando ele ia saindo eu fiquei olhando tipo... "oque eu faço", o pau tava mole e eu nem sentia muito tesão em porno, fiquei olhando pra tela que nem um bocó, ele voltou e disse:

~ Se não quiser não precisa também ta?

~ Não, eu quero

~ Então quando acabar desce.

~ Sim, vou ver algum aqui.

... Ele ficou me olhando, e me senti obrigado de mexer e fingir que tava escolhendo, eu só tava muito sem graça.

~ Quer que eu escolha pra você?

~ Pode ser, eu não vejo muito isso.

Ele veio e foi selecionando até ficar dois, uma de uma loira levando de vários negões e outro normal de uma cara e uma mulher gostosa.

~ Qual você prefere?

... apontei pro da loira e os negões, ele riu e disse:

~ Essa ai já era... vai ficar sem fundo

Nós rimos, e ele conseguiu transformar aquela situação embaraçosa em algo natural, meu pai sempre teve bom humor e diversas situações. Ele deu play, eu fiquei relaxado e meu pau começou a pulsar na bermuda. Ele olhou pra mim e disse:

~ Vai, se não vamos ficar aqui o dia todo... Se quiser eu saio do quarto.

~ Não.. é..

... tirei o pau pra fora, fiquei tão sem graça, mas fui batendo de vagar. Ele tava sentado atrás na cama e eu no chão em frente o PC.

~ Passa cuspe, e bate na cabeça que da mais tesão.

... Só que minha cabeça não era totalmente pra fora, ainda tinha aquela "pele" por cima, eu disse:

~ Não dá, tem pele em cima...

~ Então pucha pra baixo!

... Nessa hora eu já nem ligava pra aula de sexo que ele tava me dando, já estava a vontade. Puxei e senti uma gastura, mas continuei.

~ Ta doendo?

~ Não pai, só ta dando gastura.

... Ele ficou em silencio e só dava pra ouvir a mulher gemendo com varias rolas na bct e no cu kkkk, eu tava batendo mas na vdd queria perguntar varias coisas sobre sexo pra ele, mas não tinha coragem.

~ Vai indo que vou esperar lá fora.

~ Mas é que não ta dando tanta vontade agora...

~ Porque?

~ Não sei... ta dando gastura quando puxo pra baixo.

... Ele sentou do meu lado e foi abrindo o macacão sujo de oficina, abriu e ficou só com a parte de baixo do macacão, o pau já estava marcado na cueca, e colocou pra fora, eu não sei oque deu em mim que eu não conseguiu olhar pra ele de tão sem graça que fiquei, mas eu tava gostando porque sempre quis ver a rola do meu pai. Dava pra sentir o cheiro de rola, não suja e sim suada, pois o dia estava quente.

Ele me ensinou uma forma de bater sem sentir gastura.

~ Coloca a pele em cima da cabeça e cospe e faz assimEu olhando pro vídeo que nem um estatua.

~ Ta bom.

~ Entendeu? olha aqui como estou fazendo!

... Olhei pro lado e vi a rola do meu pai, tinha uns 20Cm, e tinha a espessura normal, porém ela pareia ser pesada, era morena, um pouco mais escura que a pele dele, tinha a cabeça rosa.

~ Entendi.

... Me deu tanto, mas tanto tesão de sentir o cheiro da rola do meu pai e ver ele punhetando do meu lado, que em menos de um minuto gozei. Voou porra no meu peito até o pescoço. Ele viu e disse:

~ Viu como da certo? assim que tem que fazer.

~ Aham

... tava eu coberto de porra, meu pai ainda batia uma, a rola dele fazia barulho, era pesada e fora que ele tinha um saco enorme, ficava caído nas pernas cabeludas dele. Afinal ele era todo peludo, pentelhos tinha muitos, no peito, nos braços... Fiquei olhando pro vídeo ainda, e as vezes olhando pra ele, meu pau ainda duro.

~ Ainda ta com vontade?

~ Mais ou menos...

~ Caraca, mas olha o tanto que se já gozou..

~ *eu ri*, sim mas não sei..

~ Bate outra ai, pra gente descer logo.

... dessa vez fomos batendo na mesmo velocidade, de acordo com ele aumentava eu ia olhando e acompanhando, só que eu nem ligava mais pro vídeo, fiquei pensado em chupar a rola dele, e pedir leitinho de papai na boca. Não sei oque me deixava tão excitado no meu pai mas eu só queria provar da rola dele.

Fomos batendo por uns 5 min... o saco dele fazia barulho e eu doido pra por ele todo na boca, a rola dele que eu me lembre era parecida com essas:

/ />

Porém não era exatamente igual, só para vocês terem ideia...

Na hora entendi porque meu pau era cheio de veias... o do meu pai elas pulsavam, e isso me deixava mais louco ainda... Minha vontade mesmo era de sentar no colinho do papai e satisfazer suas vontade... faria qualquer coisa por ele.

~ Vou gozar

~ Eu também pai..

... Ele aumentou mais ainda a velocidade, socando com força a mão no pau, o saco dele pulava de um lado pro outro fazendo um barulho que nunca vou esquecer... Ele deu um gemido forte e quando eu olhei vi o pau dele esporrando leite pra fora, e voou até no meu braço, no peito dele, e na virilha.. o pau dele saltava de tanto tesão, e logo depois eu gozei de novo, não saiu tanto como na primeira vez mas voou no meu peito também, e fiquei mais melado ainda.

~ Fecha ai o computador se limpa e desce, já demoramos de mais.

~ Ta bem. To indo já.

... Eu pensei que ele iria no banheiro se limpar mas pra minha surpresa, ele vestiu a cueca com a rola meio bomba e fechou o macacão, com a porra lá dentro, fiquei imaginando com o cheiro de macho dele mais a porra como seria bom passar a língua nele todo.

Depois que ele desceu, sai do quarto pelado com o corpo cheio de porra, pau meio mole afinal foram duas gozadas, quando cheguei no banheiro fiquei pensado no que tinha acontecido, por mais que que eu não tenha gozado porque do vídeo, e sim pela presença do meu pai fiquei meio assim.. quando olhei pro chão do banheiro, estava lá uma cueca usada do meu pai, ele tinha essa mania de deixar a roupa suja no banheiro pq minha madrasta no final do dia pegava e colocava pra lavar. Mas vi que era uma cueca de ontem, e não a de hoje, fechei a porta do banheiro e peguei a cueca.

Cheirei e pra mim sorte tinha um cheiro de rola, não o mesmo que a própria que senti, mas lembrava, era um cheiro diferente e gostoso, não sei explicar... meu pau ficou duro de novo, e e dai eu lembrei que tinha porra dele no meu braço, sem pensar peguei como dedo e passei na língua.. se fosse a unica chance de eu provar o leite do macho que me fez? sem pensar provei.

Era doce, muito doce, não deixava um gosto ruim nem forte na boca, que nem todos falam que porra é. Foi a primeira vez que experimentei porra (tirando a minha), então comecei a bater uma fantasiando ele me comendo, me fazendo a putinha do papai, dando tapas na minha bunda, e metendo a rola no meu cuzinho virgem... Pensando varias putarias gozei de novo.

Me senti mal depois disso, porque afinal sabia que isso não era "normal", mas é a famosa depressão pós punheta. E foi assim que bati punheta com meu pai.

Essa é só uma de varias historias que eu tenho, se vocês quiserem posso fazer uma "votação", na próxima historia que eu escrever, assim sempre vou atender o pedido de vocês. E escrevo a que vocês se interessarem primeiro. Claro que isso só vai acontecer se vocês gostarem.

Sugestões de digitação eu aceito, podem deixar nos comentários, lembrando mais uma vez, não são contos fictícios, por mais que seja um site de contos, eu não tenho a intenção de criar contos, apenas contar coisas que já ocorreram comigo. Então evite dizer "deixa mais picante", "mais diálogos", "coloca isso ou aquilo", eu vou contar exatamente da forma que ocorreu sem adulterar nada. Espero que compreendam !


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/12/2017 01:35:40
Bom conto,as falhou alguns pontos do Português
30/11/2017 22:46:12
Com o pai*
30/11/2017 22:45:44
Parece tão errado nos dias de hoje um garoto tão novo bater uma com o pau mas, ao mesmo tempo, do jeito que você contou, parece tão natural.... Como o VictorNerd disse, foi sutil... Um estilo raro nesse site atualmente! E nem ligue para os comentários de certas velhas que acham legal falar baboseira em caixa alta ;)
30/11/2017 01:49:31
/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
29/11/2017 20:32:49
/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
28/11/2017 20:31:02
Galera, vou explicar de novo... Vou contar as histórias do jeito que aconteceu. Caso vocês queiram posso fazer uma versão fictícia. Mas ainda tenho outras fatos legais que o correram. Vocês descidem.
28/11/2017 20:16:42
NA NA NI NA NÃO. QUERO QUE CONTINUE ESSE CONTO. COM UMA RELAÇÃO ENTRE ESSES DOIS.
28/11/2017 20:13:30
Show!
28/11/2017 19:04:06
bonzinho.
28/11/2017 18:56:41
delicia de historia. quero mais. tem alguma historia fazendo sexo com o pai ou mais punheta com ele?
28/11/2017 17:13:23
Gostei como vc mostrou a relação sem putaria explícita mas excitantes da situação. Eu diria q isso se chama sutileza, que é o que tá faltando e muito aqui na casa.

Online porn video at mobile phone


yotube pai estrupa menina inocente dentro do transporte ai meu cu tira esse pau tá doendo tiroteio loucoenprezaria comendo epregado xvideocontos eroticos. na sezala com as escravasme fizeram de vaca no ordenhador contos eroticosver video internet menoninha bate.do punheta com vpntade protitioconto estorei o cabresto na punhetapaola olivera de xote curto pornoa bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda rabo xxvideosnovinhas virgem inocente com muito medocontos eiroticos leilaporncontos eroticos malv comendo as interesseiraContos eróticos de sogro e nóra safadavocê não vinha sendo 43 o marido da mãe dela fazer o carinho XVídeos consolar elaConto Meu Pequeno ,Meu Amor 1Temp. completa casadoscontosmeu marido me chupava enquanto outro me gosava vidiocunhadinha novinha chupa meu pau escondido da irma xvideos assisti agoracontoeroticopicagrandecontos fiquei com tesao flagano meu filho dano o cupca groca cabecuda gozando dentro video pornoporrno doido a doblinha brasileiraxvideos.com normalista mulataliberei meu cuzinho virgem para o amigo do meu marido/contos reaisvideos de sexo enchendo de porra esperma semem dentro da buceta jovem gozando dentrocasadoscontos estrupada por pivetescontos eroticos so no cuzinho da gordinhasarradinha ela nao aguenta e botou pra dentro xvideocontos eroticos estripesvizinha janela calcinha yotubcontos eroticoscu virgemconto gay contei pra ele que queria dar pra elecasa dos contos eroticos sardentawww.pornordoido..com/primeirafodayahoovideo porno de garotas virgens paraguaiasminha filhinha na punheta contosatacada em estrada deserta pornodoidoencostando de pe na parede e comendo o cujoponezinha dormindo e entra um cara e comi elaxvidio com irma linpano o tapeticonto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoporno sombra brasileiro pauzudo so com vovo 60anosjornalista77 contos eroticoofereceu a filha pro caralhudo gigante xvideosXvideos marfos escavaladocontobm erótico de incestox video novinha levano rola grossa na buceta e no cux. boqetequero ver novinha de calcinha transparente tristinha tirando a saiadona de casa dando o rabo subo bem dotado vídeo mostrar o vídeominha mulher ficou toda melada o buctao qndo viu pica ennorme do negao pistoludoquero ver mulher alisando a Tabaca dando tapa na b*****contos eiroticos leilapornxvideo pausada nu cu da chifeiraconto erotico filha novinha de chortinho curto postado no dia 22 02 2018contos erocos comi minha cunhada adrianacontos eiroticos leilaporncontos eiroticos leilapornconto levando minha filhinha no ginecologistapornô grátis cu de viado dando falta de pão de mel recheado no poteconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhofragas reais de mulheres centadas de pernas aberta mostrado o bocetaoXVídeos deflorou o c***** da loirinha que ainda tava nascendo pentelhoXvidio minha conhada so usa curtinhoContos eróticos da minha noraconto mulher casada fode com flanelinhas roludobaixar vídeo de sexo de cachorro e mulher ponto comConto sexo anal casada estrupadacasa dos contos eroticos esposa c velho negrocontoerotico meu tio e minha namorada fudendomanmando no glelinho sem pararxvideos dificil pra.vc lukamulheres taradas po cachorroesb tarzapraia tirando a roupaxvideocontos.gozei como louca na pica do meu filhoxxx vídeos novinhas aproveitando que a sua mãe saiu no pornô iradovideos novinhas fazendo sequioso e gozandoconto erotico gay narrado yootubecontos eroticos de fio terra de homem e homem heterobrasileiras f****** gostosa r***** toda queimadinha de biquíni com grelo g****** na b*****contos porno estupro submissão esposas