Avril Lavigne - Uma vadia safada (Parte 20) - Hora da Pizza

Um conto erótico de Dulce Safada
Categoria: Heterossexual
Data: 10/06/2015 04:04:16
Nota 10.00

Lauren havia mandado Avril tomar um banho e a cantora obedeceu meio a contragosto. Usar aquele banheiro de empregada não era nem de longe agradável para Avril. A janela daquele banheiro deixava ela extremamente desconfortável, e o fato era que ela nunca havia tomado banho em um banheiro tão pequeno. O fato de estar lavando o cabelo de novo naquele dia, fazia Avril ficar ainda mais irritada, mas que saída ela tinha. Pelo menos a água gelada fez com que Avril sentisse a excitação baixar consideravelmente.

Ela tomou banho, pegou a toalha em cima da pia e se enxugou, notando que o banheiro ficou totalmente molhado e que ela provavelmente teria que enxugar mais tarde. Ela saiu do banheiro e foi até sala, ainda enxugando os cabelos da melhor forma que ela podia.

- Bem melhor. Eu estava pensando em levar você para jantar em algum lugar, mas em uma coisa você tem razão, você precisa dos seus produtos de beleza. Você definitivamente não quer ser fotografada desse jeito. – Disse Lauren rindo.

Avril não gostou de ouvir aquilo e sabia que era apenas Lauren querendo humilhar ela, mas ela sabia que de fato, não estava com a sua melhor aparência.

- Então, eu simplesmente pedi uma pizza, o rapaz já deve estar chegando, e eu quero que você atenda a porta e faça o pagamento.

Avril ficou pensativa, ainda não entendendo bem ponto do pedido de Lauren. Notando a confusão da cantora, Lauren resolveu explicar o pedido com mais clareza.

- Eu vou tentar falar mais devagar e explicar mais detalhadamente, eu esqueci que você é meio devagar. O rapaz vai chegar com a pizza em alguns instantes e você vai ter que atender ele. Eu vou ficar lá em cima e você vai ter duas opções. Eu olhei na sua carteira e você não trouxe dinheiro suficiente para comprar uma pizza, na verdade,você só tem metade do dinheiro na sua carteira.

Avril sabia que não tinha muito dinheiro na carteira, depois que começou a ficar famosa ela raramente carregava muito dinheiro com ela, já que ela tinha vários cartões de créditos com limites altíssimos, ainda mais quando ela tinha saído com tanta pressa de casa. A maioria do dinheiro acabou sendo gasto com o táxi, e o que ela tinha eram apenas trocados.

- A primeira é simples, você vai mandar o rapaz entrar com a pizza e vai pagar a ele com um dos seus cartões de crédito. A parte ruim é que ele vai ver o seu nome no cartão de crédito e ai não vai restar dúvida de que você é aquela cantora famosa, o que não seria problema, se não fosse pelo fato de que você vai ter que atender ele completamente nua.

Avril ficou chocada. Ela não queria de forma alguma que isso acontecesse, ela não iria se expor dessa maneira e arriscar mais alguém ter controle sobre ela.

- Não, por favor, eu não posso fazer isso. – Falou Avril.

- Não me interrompa... Como eu estava dizendo, você tem duas opções. A outra é um pouco mais complicada, mas você tem mais chances de não ser descoberta.

Avril ficou olhando enquanto Lauren fazia aquele suspense medíocre.

- Você pode pagar em dinheiro, mas eu fiz as contas e a pizza junto com o refrigerante é o dobro do que você tem, então minha idéia é a seguinte. Você pede para o rapaz entrar e diz que só tem metade do dinheiro e que vai pagar a ele de outra forma. Em outras palavras, eu quero que você pague um boquete em troca da pizza.

Avril escutou aquilo atônita. Ela mais uma vez se encontrava incrédula perante as palavras de Lauren. Como uma pessoa podia ter uma mente tão perversa.

- Não Lauren, por favor, você não pode fazer isso. Eu imploro, tem que ter outro jeito, por favor, não me faça fazer isso, ele vai saber quem eu sou.

Lauren ficou até um pouco surpresa ao ouvir a reclamação de Avril sendo pelo medo de o rapaz descobrir quem ela era, e não pelo fato de realizar um boquete em um estranho.

- Ele não vai saber quem você é, ele pode até desconfiar, mas olha o seu cabelo como está todo desgrenhado. Você tem duas opções, caso você não cumpra nenhuma delas, não vai ter outro jeito, eu vou liberar uma das fitas ao público.

A campainha tocou e Avril percebeu que estava entre agora ente a cruz e a espada.

- Eu vou ficar lá em cima, mas eu estou observando, se você tentar me enganar, você está acabada. – Falou Lauren, subindo as escadas.

Avril não teve nem tempo de reagir, ela não acreditava naquilo. Ela começou a caminhar em direção a porta, ainda sem saber o que iria fazer, cada passo era um aperto no seu coração, ela abriu a porta ainda escondendo seu corpo por trás dela, mostrando apenas a cabeça para o entregador de pizza.

Ele era um rapaz novo, tinha por volta de 18 ou 20 anos, ou pelos menos aparentava isso. Ele era magro, tinha cabelos negros e meio longos, e o rosto tinha algumas espinhas.

- Pode entrar. – Falou Avril em piloto automático, e o rapaz obedeceu caminhando com uma bolsa cheia de pizzas nas costas e um refrigerante nas mãos.

Ele caminho em direção a mesa e não notou que Avril estava completamente nua por trás dele. Avril fechou a porta o mais rápido possível, já que ela não queria que ninguém visse ela ali dentro

O rapaz disse o valor da pizza e olhou para trás ficando extremamente surpreso com a visão daquela bela mulher nua ali em frente dele.

O rapaz não era virgem, mas ele só havia feito sexo com garotas de programa, já que sua aparência não era das melhores. Ele já havia feito entregas de pizza em vários lugares, e vez por outra ele encontrou alguma senhora enrolada em uma toalha, ou alguma festa de fraternidade onde as garotas estavam mais assanhadas, mas nada se comparava a isso.

Avril notou o quão desconcertado o garoto ficou, mas aparentemente ele não havia reconhecido ela e Avril queria que isso continuasse assim. Ela caminhou até a mesa e pegou a carteira.

- Oops, eu acho que eu só tenho metade do dinheiro. – Falou Avril.

- Senhora, eu... eu... eu preciso do dinheiro todo, do contrário eu não posso entregar a pizza. - Falou o rapaz gaguejando.

Avril se odiava por dentro por ter que fazer isso, mas ela não tinha saída.

Ela se aproximou do garoto e sussurrou no ouvido dele a sua proposta.

- Que tal eu complementar o pagamento com um boquete? O que você acha? – Perguntou Avril, tentando emular uma voz sexy.

O rapaz obviamente ficou surpreendido e nem pensou em recusar a proposta. Ele gastaria o dinheiro das gorjetas dele provavelmente com alguma prostituta, e agora estava recebendo a chance de receber um boquete dessa bela garota que não parecia em nada com uma prostituta por um preço bem mais considerável. Sem contar que ele tinha a sensação de conhecer a garota de algum lugar.

O rapaz acenou a cabeça positivamente, ainda sem acreditar naquilo.

Avril não acreditava que estava fazendo isso.

Ela se ajoelhou e puxou o zíper do rapaz pra baixo, em seguida baixou o calção junto com a cueca, e o pau dele soltou pra fora.

Não era necessário dizer que o pau dele já estava duro, ele era jovem e ver uma garota nua oferecendo um boquete já era o suficiente para colocar o soldado em modo de ataque.

Era um pau bem estranho, ele era meio fino, mas tinha por volta de 19 centímetros

Avril levou o pau do rapaz a boca, evitando olhar para cima, e fazendo tudo com velocidade para que aquilo acabasse antes de o rapaz descobrir quem ela era.

Ela passava a língua por ele todo e depois colocava de volta de boca e chupava com vontade, fazendo movimentos de vai e vem com a boca.

O rapaz começou a relaxar um pouco e levou um das mãos até os cabelos semi-molhados de Avril. Vendo que a garota não tinha nenhuma objeção, ele começou a usar a mão para ajustar a cabeça da garota e determinar velocidade do boquete. Em determinado momento ele empurro a cabeça de Avril contra sua pélvis forçando a garota a abrigar aquele pau todinho dentro de sua boca.

Avril não teve saída, uma coisa que ela sabia era que ela não tinha reflexo de vômito, por isso ela conseguia colocar aquele pau todo dentro da boca. Percebendo que a garota estava começando a ficar vermelha, o rapaz soltou a cabeça dela e Avril continuou chupando aquele pau pelos próximos minutos até que ela percebeu que o rapaz começou a ficar mais inquieto, ela sabia que ele iria gozar, e estava pronta pra engolir, quando ele de repente puxou o pau da boca dela e começou a gozar no rosto da cantora.

O esperma dele era ralo e por isso vinha em grande quantidade. O primeiro jato pegou bem no nariz de Avril e ela se virou no susto fazendo com o que segundo pegasse na sua bochecha. Mais dois jatos vieram, mas dessa vez repousaram nos seios da cantora. O rapaz ficou ali esgotado, com o pau ainda escorrendo porra, a poucos centímetros da boca de Avril.

A garota estava furiosa, ela havia acabado de tomar banho e tinha recebido uma gozada na cara sem qualquer aviso. Ela ensaiou uma reclamação, mas preferiu se livrar logo do rapaz antes que os danos fossem maiores.

- Está pago? – Perguntou Avril, querendo se livrar do rapaz.

- Com certeza, você tem algum lenço, ou alguma coisa pra limpar meu pau, eu preciso fazer as entregas ainda e não quero que acabe manchando a cueca e a calça.

- Avril não deu tempo nem do garoto completar a frase e já colocou a cabeça do pau dele de volta na boca, lambendo os últimos resquícios de esperma que estavam lá.

- Isso funciona também. – Falou o rapaz com ironia.

Avril guardou o pau dele de volta na calça e ele deixou a pizza em cima da mesa junto com o refrigerante, em seguida ficou parado olhando para Avril.

- O que foi? – Perguntou Avril, se questionando o porque de ele não ter ido embora.

- Eu preciso da outra metade do dinheiro. – Falou o rapaz.

A intenção do rapaz, não era de humilhar Avril, mas o efeito foi esse. Irritada ela foi até a carteira em cima da mesa, e pegou o dinheiro pagando ao rapaz.

- Obrigado – Disse ele, saindo com um sorriso enquanto Avril fechava a porta, ainda com o rosto escorrendo o gozo do rapaz.

PS: Tô postando vários contos nos últimos dias para dar uma atualizada, mas em breve eu vou definir um ou dois dias fixos da semana para postar, porque se não fica muito difícil manter as postagens. Mas por enquanto vamos levando. Se gostou comentem.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/06/2015 17:25:33
vc e a melhor... esse e o do rbd são contos incriveis
14/06/2015 01:13:22
Dulce!!!! Que continuação!!! Sempre com surpresas nas aventuras da Avril!!! Está perfeito e inesperado Uma gostosa continuação! Parabéns! 10! Sempre nota máxima!

Online porn video at mobile phone


sogra gostosa deu pro genro na reuniao de familiacunhada transa com cunhado enquanto a irmã joga vídeo gamecontos eróticos minha mãe parte 4sexo forsado com shortinho jeansfodida na balada/contoencoxatrix no onibuspaticinhas perdendo as pregas do cumulher de sainha sem calsinha brincando com dog e nao xnxx resist fodi amuitei em cima da minha espoza na cama vidio pornoesfregano apica na mulher casada no onibus contosmulher fazendo a sobrinha gosar pela primeira ves tocando uma ciririca e chumpadoconto erotico funk peladaver filmes porno só porradãocontos de viadinhpscontos porno scat lesbicosou puta e pratico zoofiliamozinho leva colega tô comendo novinha em casaflaguri minha irma pelada e transei com ela you tubevideos de sexo gay imperador sendo puta dos guardas do palaciovideo de homens que ficaram garrados depois que homen enfiou o pinto e seu saco dentra do cu de homen porno e ficaram grudadosela nao queria que eu gosace na bucetinha dela mais goseicontos eiroticos leilapornporno negao fas muleca grintamachos do pau cabelydos negao ditados brasileiros nuscontos eroticos menino esfolo minha esposa"padre não é homem"sexo anal hAaaaasexo a 3 casal liberal chama amiga de chortinholer contos eroticos de padres reaiso bucetaoda minha noraxvideosdificil pra vc lukacunhada bao queria mas aveitou trnsa com cunhadocontos eiroticos leilapornwww.com.pornozinho.filha senta no colo do pai deixa elhi de bau duroengraxate mundo bichasobrinho legging belladona encoxando xvideos contosler conto eroticos fui comida num bloqueiocontos eiroticos leilapornNovinha da cuzinho no enlevadovídeo de mundobicha dehomens vestido de saiasXVídeos mulher lavando roupa no tanque com pegada e******contos comi a cunhadinha parte 2 bunduda virgem novinhanao agi pau gg violento pornodoidopornomenina bofinho pegando uma morena gostosaviciado em estrupa rabuda cu d negra gorda comtos eroticoContos papai e eurelato corno na casade swuingvideo de cunhoda tranzando com o cunhadopapai me fudendo contos eroticoscontos eroticos encoxando casadasxxvidio casada do jorroxnxx porno gay contos eroticos tres coleguinhas inocentes transando no riachoXvideos os seios deinha maeConto erotico maes masageano a firmoze do filho adolecenteConto erotico a madame dona da lojacache:cB0rtZ1uQCMJ:https://zdorovsreda.ru/texto/2015051133contos eiroticos leilaporncontos eroticos de netas bizarros mamando nos peitos e greloXvidos emtianda de chortinho ja aguentaxvideos gpstosa dando pro entregafocontos eiroticos leilapornbricadeira de mau gosto enfiou a pica no cu grande xvideos.comfodida pelo o coelinho da pascoa na presença dos pais pornodoidoXisvidio fez mamae grita pedindo nao faz issovídeo pornô uma atividade Bonde da três sobrinhos até f****sexo forsado com shortinho jeansvideos porno para ver agora mae de 25 anos gostosa aproitar q a filha sai e esfrega mo genrocontos erticos negão de pau gigante ragando cu de passivo sem doconto eroticos transformando a santinha em depravadapraticando scat desde pequena contosskype:bruninha_zinha_zporno++o++encanadorvídeo pornô tia da peruca da carinha de anjo dando o raboas moleca tavam se pegando xvideoscontoseroticoscomesposazd xvideo pau geande socando forte na coroa loira a forçaconto erotico negao com mais de 25 centimetro de pica arromba o cuzinho da engenheira de obra novinhaajudado pela esposa,cunhado pauzudo fode cunhada,contos e relatos eroticosfudendoncu na saunaquero ver vídeo de sexo com mulher transando com outras mulheres usando aquelas picas de borracha de elástico sem garfo e coma xaninha da verinhaas mas gostozas di chortinhoContos eróticos - quero roubar o marido da minha mãeMulhers de abatia filmo vdio caseiro pornocontos eroticos esposa no cine pornovamo abaicha o xvideoschupo e emguliu apora toda xvideoscontos eroticos malv comendo as interesseiracontos eroticos desconhecido tirando cabaço d mulecacasada trêmula na submissão do sadomasoquismo gozando vem com a b***** sarrando no meu paletó