COMENDO MINHA MÃE TARADA

Um conto erótico de matheus
Categoria: Heterossexual
Data: 12/10/2014 17:34:22
Nota 9.11

Meu nome é Matheus tenho 17 anos e vou relatar um caso sexual um tanto quanto perturbador para os leitores. Quando cometi incesto com a minha mãe. Então os moralista de plantão nem perca tempo lendo esse conto. Há mais ou menos um ano, descobri no quarto da minha mãe, Heloísa, 37 anos, um monte de material pornográfico, desde de diversos vibradores, filmes pornô, gel lubrificantes etc. Sendo que minha mãe mantinhas esses aparatos sexuais escondidos, ou seja, sem que meu pai soubesse. Em uma manhã, quando o professor faltou na escola, sai mais cedo da escola. Chegando em casa, escutei um barulho de gemido no quarto dos meus pais. Devagar me aproximei da porta entreaberta. Minha mãe estava nua na cama, com as pernas aberta e com um vibrador enfiado na xoxota. Ela se contorcia de prazer, enquanto assistia um filme pornô. A cena do filme deu para ver que tinha um cara comendo a mulher de lado, enquanto ele segurava em seus seios, e ambos se beijava de língua. Os gemidos da minha mãe ficava cada vez mais alto. Até que ela deu um suspiro, tendo um forte orgasmos. Nesse momento eu entrei no quarto. Minha me olhou assustada, tapando o o seu corpo com o edredom, e me perguntou o que eu estava fazendo em casa naquele momento. Eu respondi que tinha saído mais cedo da escola, pois o professor tinha faltado. Ela, já em cólera, me mandou sair do quarto. Depois do flagra, não conversamos naquele dia. A noite entrei na internet para ver pornografia. Entre os vídeos que vi, um deles me chamou a atenção. Era uma coroa que até lembrava a minha mãe, metendo com um cara mais novo. Detalhe: o nome do vídeo era filho fudendo com a mãe. A cena era deliciosa, ela mamava nele com tanta delicadeza, chupava suas bolas etc. Na hora de meter, ele sentou em uma cadeira e ela começou a cavalgar no seu cassete. Que rabo tinha aquela coroa! Parecia com a bunda da minha mãe. Ainda não falei, mas minha mãe é uma linda mulher, tem mais ou menos 1,65. Cabelo liso e loiro, até os ombros. Olhos esverdeados. Seios grandes e duros. A bunda grande, mais ou menos uns 100cm. Ela frequenta a academia duas vezes por semana. Quando estava vendo a cena da internet, comecei a imaginar a minha mãe sentado na minha pica. Gozei deliciosamente. Após o orgasmo me senti um pouco de repulsa por mim mesmo. Nos dias seguintes, fiquei meio obcecado por incesto. Confesso que contos eróticos de filhos comendo mães e filmes com coroas me deixava mais excitado. Minha relação com minha mãe ficou meio fria depois do flagrante, conversamos pouco, somente o essencial. Outro dia, em um sábado, fomos a piscina de um clube. Minha mãe ainda envergonhada pelo ocorrido. Estava usando um maiô, ao invés de biquíni que sempre usava nessas situações. Estava sempre usando uma toalha nos quadril. Meu pai até estranhou o fato e a indagou. Ela respondeu que ultimamente não estava malhando muito, e estava com uma barriguinha. E por isso estava com vergonha do seu corpo. Era mentira, pois ela estava malhando direto, e o seu corpo estava espetacular. Meu pai aceitou a mentira e não mais tocou no assunto. Com o tempo, a ideia de fazer sexo com a minha mãe começou a criar força na minha cabeça. Deixei de sentir mal por isso, e comecei a achar natural a ideia. Precisava arrumar uma oportunidade para colocar esse plano em prática. Primeiramente, precisava voltar a ter a relação que tinha com a minha mãe antes do flagra. Puxava conversa e ela respondia. Em pouco tempo, consegui restabelecer a amizade novamente. Até que em um dia, minha mãe resolveu tocar no assunto do dia do vibrador. Disse que sentia muita vontade de sexo, mas meu pai não estava correspondendo. E que tinha diversos itens sexuais. Eu respondi que já sabia dos itens, pois tinha descobertos sem querer. Ela sorriu e disse para não contar para o meu pai. Nesse momento, criei coragem e disse que a achava muito bonita e que sentia atração por ela. Minha mãe surpresa me reprendeu e disse que isso era pecado, pois ela era minha mãe. Fiquei mais doido ainda e coloquei o meu pau para fora. Ela ficou mais surpresa ainda, só que dessa vez ficou muda olhando para o meu pau. Nesse exato momento meu pai chegou, e eu, assustado sai correndo para o quarto. Fiquei com medo de que minha mãe falasse com o meu pai do ocorrido. Entretanto de madrugada, minha mãe entrou no meu quarto e me acordou sussurrando o meu nome no ouvido. Acordei surpreso com aquilo. Minha mãe só estava vestindo uma lingerie de renda branca, muito sensual. Ela colocou o seu dedo indicador na minha boca, sugerindo que eu fizesse silencio. Disse: _filho vou realizar seu desejo pervertido! _ Suas mãos entraram em meu short e alcançaram o meu pênis. Ela me deu um sorriso safado enquanto me punhetava. _ Vamos tirar essa roupa! _ disse a puta louca para ser fudida. Ela começou a beijar minha boca devagar. Seus beijos iam descendo pelo meu corpo, passando pelo peito, barriga e, enfim, o caralho. Minha mãe começou um delicioso boquete. Lambia a cabeça do meu pau, me olhando com aqueles sacanas olhos verdes. Depois lambia de uma extremidade a outro. Ate que engoliu o cassete de vez. Mamava com vontade. Sempre me olhando nos olhos e passando suas mãos delicadamente na minha barriga. Ela também chupava minhas bolas. Chupou por um bom tempo. Quando estava quase gozando naqueles lindos lábios, ela disse que agora era minha vez, tinha que chupar o seu grelinho. Minha mãe deitou na cama, e foi tirando sensualmente a calcinha com as pernas levantadas. Cai de boca naquela bocetinha rosada sem pelos. Chupava sem experiência. Mas minha mãe me orientava. Disse que deveria lamber o clitóris para ter prazer. Disse também que deveria enfiar o dedos dentro da xoxota fazendo movimento de vai- e -vem, enquanto lambia o clitóris. Sem ela dizer, comecei a enfiar os dedos da outra mão dentro do seu cuzinho. Ela começou a gemer que nem louca. Por um momento pensei que poderia acordar o meu pai. Senti o seu corpo estremecer atingindo o clímax. Minha mãe se levantou assustada pegando sua calcinha no chão, pensando que o meu pai tinha acordado. Eu relutei, disse que não tinha gozado ainda. Ela com um sorriso me disse para esperar um pouco, pois só ia confirmar se meu pai tinha acordado, mas voltaria se meu pai ainda estivesse dormindo. Minutos depois ela voltou, sentou em cima do meu colo, puxou a calcinha de lado e o meu pau penetrou na sua xota. Ela tirou o sutiã, deixando os seus enormes seios a mostra. Ela me beijava com violência, e deixava mamar daqueles melões. Enquanto eu estocava o meu pau naquela buceta maravilhosa. Minha mãe sentava com força. Gemia como uma puta. Dizia_ mete na boceta da mamãe, seu pirocudo! Assim, assim, amor! Seu pervetido! Tarado pela própria mae! Mete, mete! _ Não resisti e deu uma bela esguichada de porra dentro da vadia. Ela continuou cavalgando e novamente seu corpo estremeceu e ela entrou no clímax novamente. Ficamos abraçados por tempo. Nesse momento escutamos um barulho, era o meu pai levantado. Minha mãe e eu nos olhamos preocupados. Peguei o edredom e nos cobrimos. Minuto depois meu pai abriu a porta do meu quarto e eu fingi que estava dormindo. Mal sabia ele que minha mãe estava debaixo edredom cheia de porra. Quando escutamos o meu pai entrar no banheiro, minha mãe pegou o sutiã que estava no chão, por sorte o meu pai não viu, e correu. Quando o meu pai saiu do banheiro, deu para escutar a conversa dele com a minha mãe, no qual ele perguntou onde ela estava. Nesse momento ela já tinha vestido um robe e respondeu que estava sem sono e tinha ido para fora da casa para tomar um ar. Ele acreditou. Na manhã seguinte, minha mãe estava fazendo café, usando o mesmo robe. Quando terminamos o café, minha mãe disse que tinha uma surpresa para mim, tirou o robe e estava completamente nua. Pegou um pote e meu deu. Perguntei o que era e ela me disse que era lubrificante e era para passar no pau. Fiz o que ela mandou. Ela sentou em uma cadeira alta sem encosto, tipo cadeira de balcão de bar, com a bunda empinada para mim, e disse para eu comer o seu cu. Comecei a acariciar suas nádegas, até abri-las e ver o lindo cu rosado da minha mãe. Não resisti e comecei a lambe-lo. Minha mãe começou a bater uma siririca. Enfiei minha língua mais profundo possível no cu daquela cadela, que gemia de prazer. Não resisti e comecei a comer o seu cu. Ela gemia cada vez mais alto. Minha estocada ficava cada vez mais forte. Eu segurava com força em seus seios. Senti que a siririca ia fazer minha mãe gozar novamente, dito e feito, ela teve outro orgasmo. Eu continuei comendo o seu anus, até que não aguentei e gozei muito. Enchi o cu dela de porra, igual na noite anterior com a boceta. Ela pegou um pouco da porra com os dedos e colocou na boca, dizendo que a minha porra era deliciosa. Por várias noite repetimos o foda. Só que em uma bela noite, estava comendo ela de quatro no chão do meu quarto, quando escutamos um barulho na porta. Era o meu pai nos flagrando. Depois disso fui expulso de casa. Meu pai me pagou um aluguel de uma casa para eu não morar na rua. Minha mãe continuou morando na casa do meu pai, como se nada tivesse acontecido. Depois disso ficou difícil encontrar com a minha mãe, encontrei com ela umas três vezes em motel. Ela disse que meu pai estava pagando detetive para vigia-la. Mas estou ansiosa para come-la novamente. FIM.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/10/2015 08:39:28
Passa o wtsap dela vamos fazer seu pai vira corno manso posso chantagia ele para ele aceita vc em casa de novo também tenho Tarantino por incertos manda foto da mamãe nua pra mim bater uma em homenagem a vcs
09/02/2015 03:13:07
muito bom
17/11/2014 05:55:51
bom d + vlw mesmo é isso ai gosto e curto mto o incesto ..?
14/10/2014 14:38:30
Gostei muito excitante!
13/10/2014 11:18:57
Caralho!! MT bom o conto. Pena q deu flagrante e ficou mais difícil agora as fodas

Online porn video at mobile phone


fiume porno antigo do tasaõVectra no pau de borracha bem grande na buceta no pau de borracha na bucetaconto erotico vizinha scatconto incesto sempre que vejp minha irmã fico de pau duro e ela cheia de tezaocontos eroticos raquelconto erotico huntergirls71um fingidor me chupou o pau do filhovídeo de sexo amador caseiro você quer me comer você quer meter é devagar meu com calma é assim não aqui mede a gente ser pinto grandecontoseroticos/comadre rabudaO doce nas suas veias (Capitulo 4)-CASA DOS CONTOS EROTICOS-XXX.comtarado polpa gay conto eroticofilha puta aretando o pai saia curta sem calcinhacontos de zoofilia com porcoporque quando fico peto da minha amiga eu fico coms calsinha toda molhadinhaxvodeo fudendo morenas celadas de 4aronbarao cu d vadiacontos eroticos agresivos de meninas lesbicas gostosas virgenswww.xvideotitio/comedorcontos eróticos minha filhinha corrompidaxvideo professora lecionando de shortinho atolado no cuXvideo negra dormindo domado rolaGeoMatheus -Votos |zdorovsreda.ruBriga de buceta q buceta bateno puetaNando Mota-Casa Dos Contos Eroticos| zdorovsreda.ruNegrinho do cabelo ruim bem pretinha metendo muito com muito fogo na periquita no pornô brasileirocontos montadores cuzinhoПРОДАМ-БАЗУ-САЙТА-gtavicity.ruesposa novinha do bundão grandão nua despeitomulhe com ceceta ano fazeno sexovídeo pornô que a gostosafala ai para,seu pau e muito grandeposicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celularmulheres sipr dotada xvideofotos voyeur mulheres de bruços de calcinha boxerbucetinhas Taubateana xvideosvideos de sexo de travestis com cheiro a chulemulher lésbica defesa da tua mulher com a b***** dela arreganhadaela conseguiu agasalhar uma rola de 30 cm e grossa na xanacontos eroticos com novinhas atiçadasc.eroticos dando o cusao virgemcadela com a vargina enchada e zoofilia comecoroa lenbi pinto bebi porrabaixar vídeo pornô coroas esfregando na caixafissurada em ser chupada na buceta contoxvidio mulher casada para na rua fica vendo medingo do pau muito grande fazendo xixiContos de marido revoltado mas ecitado quando pegou esposa chupando outroRelato enrabada por um cavalo bem dotado zoofiliaestupro esposa contos eroticosconto gay o meu sonho de consumovixxi encoxadasxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachoxvideos gordinha bem feitinhaleskka chama amigo para tomar banho juntoxoxota XVídeos tio comprinhasseita crossdressernovinha cappvídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadoBuceta e c aadas pelo pau do papai negao. Conto erotico heterossexual.xvideos sobrinha peca tio batedo puetamae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu choraxvideo comendo gay letametecontos eroticos gay dormindo com o tiocontos eiroticos leilapornmulher ve cara batendo punhwta e pede pa chupar e bebersambaporno encostada dentro do ônibusmae.minto.safada.e.bunduda.fodendoContos eroticos virgem estudaver video de porno na facudade gosando fortenovinha safada ensina imao vigen bater punheta .comSarado labedo u copo xvidiocontos-padre comendo a menina contos eroticos minha esposa gosta de apostacontos eroticos filiarBrincando com titio contoso vidio maquinaseximulher.fudendo.com.pombagira.boafoda.comfarofavamo abaicha o xvideosvideos porno varias duas amigas cagando juntas fala meu fiobucetinha novinha estralandoxvideoslargura saia curtinha de pornô pornô neguinha pornô mulhercasadas traidora não aguentou a jeba grande e se arenpendeu caiu na netconto erotico gay crenteporno covarde dona muito suadacontos gays-categoria incesto gays forçado- maduro vs menino ninfeto- meu padrasto paulocontos eroticos gay o cravo e o espinhocoroa chorando no pau do negaoenteada dormindo de pernas aberta sem calsinha e padrasto aproveitano motel eu comecei a beijar o pescoço da minha cunhada casada evangélica ela gemia eu comecei a chupar seu peito eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca eu disse pra ela chupar meu pau ela disse pra mim eu nunca eu chupei o pau do meu marido evangélico eu disse pra ela chupar meu pau que você vai gostar ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta ela gozo conto erótico205xvidioxvideo cm.coroas gostosa traindo o naridoXvidio coroa gostoza da ponovinho fala potugues