Dando a buceta pro chefe com a autorização do meu corninho

Um conto erótico de Gata Gostosa
Categoria: Heterossexual
Data: 12/05/2010 16:34:17
Nota 9.80

Era uma linda manhã de primavera, acordei cheia de tesão agarrando meu corninho e lhe beijando forte, sussurrando no seu ouvido, sua puta está de buceta molhada, me chupa gostoso e claro que nessa hora eu ascendi o seu tesão também, ele já abaixou e caiu de boca na minha buceta me chupando gostoso, eu gemia ahahahhummm delicia corninho chupa, chupa gostosa a bucetinha da sua putinha, chupa, ahahah hummm e meu corninho chupava, lambia, mordiscava, metia o dedo dentro dela e chupava, chupava, me deixando louca de tesão, então não aguentei e disse a ele que iria gozar, e gozei gostoso na sua boca e já fui pedindo seu pau, mete corninho, come a buceta gozada da sua putinha, come, e ele me beijando forte, já foi me penetrando, senti seu pau delicioso entrando gostoso na minha buceta encharcada, ele metia forte, me fazia gemer alto e eu pedia mais, mete mais, mete corninho, fode sua puta, fode, hum adoro seu pau assim pela manha mete, mete mais, ahahah hummmm e ele metia, metia, me pediu para ficar de quatro, chupou minha buceta, lambeu meu cuzinho e meteu seu pau na minha bucetinha, segurando firme na minha bunda, dando tapinhas, me deixando cada vez mais louca de tesão e desejo, pedindo mais, mete mais safado, cachorro, come a buceta da sua puta come, e ele metia, metia ate que disse vou gozar putinha e encheu minha bucetinha de porra, caimos exaustos na cama, ele me beijou forte e ficamos ali por um tempo abraçados, logo depois nos levantamos tomamos um banho e fomos tomar nossa café da manha e então me virei para ele e disse:

Amor tenho a impressão que meu chefe está louco pra me comer.

Fiquei então parada olhando para ele não sabia o qual seria sua reação, então ele disse:

Verdade, porque acha isso?

Hum porque uma mulher percebe quando um homem está olhando para ela com desejo e ele não tira os olhos das minhas pernas e dos meus seios, e vive me chamando para ir ate sua sala pra fazer coisas banais que ele mesmo poderia fazer, tenho certeza que ele me deseja.

Meu corninho então me beijou e disse:

Simples minha putinha dá essa bucetinha gostosa pra ele e depois me conta tudinho, pois vou querer te foder muito depois disso.

Eu então respondi:

Está bem corninho, farei como você deseja e pode me esperar de pau duro porque vai ser hoje que sua putinha vai dar para o chefe.

Lhe dei um beijo e sai para me vestir, estava disposta a provocar meu chefe, então vesti uma calçinha preta fio dental, um corpete de renda preto, meias 7/8 pretas e prendendo a cinta-liga nela, uma mini saia preta, uma blusinha bem leve e joguei então o blazer por cima, passei um delicioso perfume, prendi os cabelos, um batom, peguei as chaves do carro e sai, passando pelo meu corninho então perguntei:

Como estou? Será que consigo mata-lo de desejo hoje?

Ele ficou meio sem folego e disse:

Sua putinha safada, já me deixou de pau duro de novo, desse jeito você mata seu chefe hoje.

Então sorri e disse:

Mas é essa a intenção, se for chegar mais tarde ligo te avisando, lhe dei um beijo e sai.

Quando cheguei na empresa, seu Raul já estava la sentando em sua mesa, todo concentrado, então abri a porta de sua sala e entrei, perguntando se ele precisava de algo. Quando ele me olhou ficou em choque, não sabia o que responder, gaguejou e disse não senhora Ana, quando precisar lhe chamo. Então fechei a porta e sai, indo para minha mesa, sabia que tinha provocado em seu Raul o efeito que eu desejava, deixa-lo cheio de desejo por mim. Seu Raul era um homem charmoso, era jovem ainda, moreno, alto, corpo sarado, não tinha uma mulher que não o desejasse e eu o queria e seria naquele dia.

O dia se passou e eu sabia que seu Raul tinha uma reunião no final da tarde, mas sabia também que não haveria necessidade da minha presença até mais tarde, mas seu Raul uns minutos antes da reunião começar me chamou em sua sala, então entrei, ele me pediu que me sentasse em uma cadeira em frente a sua mesa, me sentei, mas claro deixando que minha saia subisse e mostrasse a cinta-liga, notei quando ele olhou para minhas pernas, engoliu seco e começou a falar o que desejava, e eu para provoca-lo mais ainda ficava o tempo todo cruzando minhas pernas, fazendo com que a saia subisse mais ainda, seu Raul já estava ficando louco, não sabia mais o que fazer, então me pediu que me levantasse e pegasse a sua caneta que havia ficado na outra mesa, eu me levantei calmamente, e fui em direção da mesa rebolando, ele ficou ali parado so me observando e quando peguei a caneta na mão a deixei cair no chão, claro so para me abaixar para pega-la, o que fiz de bunda virada para ele, quando abaixei minha bunda ficou exposta monstrando a cinta-liga e minha calçinha fio dental, quando me levantei e me virei para ele, seu Raul estava parado imóvel, sem saber o que fazer, então fui ate sua direção e lhe disse:

Seu Raul posso ficar hoje após a sua reunião para terminamos aquela carta para seu representante, o que acha?

Meio engasgado ele me disse:

Sim senhora Ana, faça isso, afinal isso é urgente, assim que a reunião acabar terminamos isso com certeza, agradeço pela sua gentileza.

Então sai da sala radiante, havia conseguido o que tanto desejava, ficar ate mais tarde na empresa, eu sabia que a carta não era importante e que podia ficar para o dia seguinte e seu Raul também, mas mesmo assim me pediu para ficar ele havia mordido a isca.

Eu então peguei o telefone e liguei para meu corninho e simplesmente disse quando ele atendeu:

Corninho sua puta vai chegar mais tarde hoje, consegui o que queria, me espere de pau duro, pois sua putinha vai chegar em casa de bucetinha arrombada.

A reunião terminou, todos já haviam ido embora, somente eu e seu Raul, que delicia. Ele me chamou ate sua sala, antes, tirei meu blazer, desabotoei alguns botoes da minha blusa deixando um decote bem generoso, subi um pouco mais minha saia e entrei. Me sentei na cadeira e disse que ele poderia começar a ditar a carta, ele foi falando, mas não tirava os olhos das minhas pernas e nem dos meus seios, ficava ali babando, pude perceber que seu pau começou a crescer, então ele logo se levantou e veio em minha direção, continuou falando e eu escrevendo, percebi quando ele parou atrás da minha cadeira, senti sua respiração quente e ofegante em meu pescoço, ele se aproximou da cadeira relando em minhas costas, nessa hora pude sentir como seu pau estava duro, rígido, louco pra sair de dentro daquela calça apertada, continuei escrevendo quando seu Raul se abaixou e começou a dizer, senhora Ana, não estou mais suportando, meu tesão está me matando, suas pernas, seus seios, seu corpo, preciso te-la agora.

Então me levantei da cadeira e automaticamente ele me puxou pelo braço, trazendo seu corpo pra junto do meu, me beijou feito louco, passando sua mão por todo meu corpo, que beijo delicioso, que boca quente, que corpo másculo, minha buceta nessa hora já estava encharcada de tanto tesão, ia ter aquele pau dentro de mim, nos beijavamos feitos louco, ele então tirou sua camisa, sua calça e ficou só de cueca, que já mostrava o tamanho do seu pau, era grande, delicioso, isso me excitava mais ainda, ele então se sentou no sofá e eu vagarosamente fui me despindo, abri o ziper da saia e a deixei cair bem devagar, depois fui abrindo os botoes da minha blusa e a joguei no chão, ele então me disse:

Para não tira mais nada, vem aqui, sente-se em cima de mim.

Me sentei e ele me beijou forte, e começou a tocar todo meu corpo suavemente, passando a lingua no meu pescoço, mordendo minha orelha, e eu me mexendo esfregado minha buceta no seu pau durissimo por cima da sua cueca, ele então começou a descer a lingua pelo meu pescoço, ombro, desabotou meu corpete e chupou meus seios feito louco, me beijou mais forte ainda e me pediu:

Abaixe-se na minha frente e chupa meu pau bem gostoso.

Então me levantei, tirei sua cueca bem lentamente e para minha surpresa aquele pauzão saiu para fora, ali duro, viril todo exposto pra mim, enorme, segurei firme ele gemeu baixinho e disse chupa gostosa.

Claro que obedeci, cai de boca naquele pauzão delicioso, lambi a cabeça, passei a lingua nele todo e fui abocanhando, sentia aquele pauzão delicioso entrando dentro da minha boca, chupei, chupei gostoso ele gemia e me pedia:

Isso chupa, chupa gostoso, que boca deliciosa, chupa, chupa mais, ahahah hummm que delicia de boca, chupa, chupa, ahahah hummmm, chupa assim gostosa, chupa, engole ele inteiro, chupa mais, chupa.

E eu chupava, chupava, lambia, engolia, chupava as bolas, mordicava, e chupava, chupava, estava adorando aquele pauzão na minha boca e chupava cada vez mais. Ele então me puxou para junto dele e me beijou mais e me pediu para me levantar, foi tirando minha calçinha lentamente, ficou alguns segundos olhando para minha bucetinha pequena, depilada, passou o dedo bem de leve e me pediu para sentar no sofá, abriu bem minhas pernas, passou a mão novamente na minha buceta que já estava molhadissima, chupou seu dedo e foi lentamente passando a lingua no meu grelinho, gemi gostoso nessa hora, como adoro ser chupada e pedi:

Chupa seu Raul, chupa minha buceta, chupa, to louca pra sentir sua boca, chupa, me faz gozar na sua boca, ahahah hummmm chupa, vai.

Ele então abriu bem minha buceta e passou a lingua bem de leve, gemi, ahahha hummm chupa, e ele caiu de boca na minha buceta, meteu sua lingua dentro dela e chupava, chupava, meu tesão ia crescendo, ele chupava, chupava, metia o dedo dentro dela e chupava, chupava mais, chupava, chupava, meu tesão foi crescendo, crescendo, não aguentei gozei na sua boca, ele me segurou firme e continuou chupando e não aguentava mais, queria aquele pauzão dentro de mim, e pedi:

Mete seu Raul, mete, minha buceta precisa do seu pauzão, mete vai, mete.

Ele sorriu, podia ver o desejo nos seus olhos, seu tesão, e disse:

Vou te foder muito, meu pau ta louco para comer essa buceta gostosa, você me deixou louco de tesão, me provocando esse tempo todo, vou arregaçar essa bucetinha pequena no meu pauzão, sua safada.

E meteu, meteu sem dó seu pauzão, senti latejar naquela hora, mas o tesão era maior o desejo de ter aquele pauzao falava mais alto, soltei um gemido alto e ele metia cada vez mais, sentia seu pauzao entrando e saindo gostoso, ele metia, metia, e eu gemia, ahahahah hummmm ahahahhahaahahahahah, delicia de pauzão, mete, mete mais, vai safado, me come seu Raul, ahahah hummm vai, me fode, me fode safado, come minha buceta, mete, mete mais, me fode vai, arregaça minha buceta, mete, mete, ahahaha hummm delicia de pauzão, mete, mete, come minha bucetinha que ta quente de desejo, mete vai, mete mais, me faz gemer nesse pauzão, mete, mete mais, ahahahah hummmm.

E ele metia, metia sem dó, então se sentou no sofá e me pediu para sentar em cima dele, sentei, aquele pauzão entrando na minha bucetinha me fazia delirar de tesão, eu subia e descia em cima daquele pauzão bem gostoso, fodia, fodia cada vez mais, ele me jogou no sofá de novo e chupou minha buceta mais uma vez enquanto eu chupava seu pauzao deliciso, então ele me colocou de quatro em cima do sofá e disse:

Vou arregaçar essa buceta gostosa agora, não era o que você queria senhora Ana, sempre me provocando, agora aguenta, toma pau, sua puta, safada, toma, leva pau e batia na minha bunda, me deixando louca, abriu bem minha buceta, chupou, lambeu meu cuzinho, cocolou o dedo, brincou com ele e meteu sem do seu pauzão na minha bucetinha, eu gemia alto, não aguentava aquele pauzão me arregaçando, acabando comigo, e ele metia, metia, eu pedia mais, mete, mete mais seu Raul, ahahah hummm delicia como eu queria seu pauzão, mete, mete mais, assim, ahahah hummmd delicia, acaba comigo vai, mete mete mais, ahaha hummm

E ele metia, metia, ate que ele não aguentou e disse que ia gozar, me pediu para virar para ele e gozou na minha boca, me fez engolir toda sua porra quentinha e depois me beijou forte e caiu exausto do meu lado. Ficamos ali por um bom tempo recuperando o folego, seu Raul não era homem de se contentar com apenas uma transa e ir embora, logo ele já estava me beijando e disse:

Vou acabar com você hoje, você vai chegar em casa de buceta arrombada, não ficou me provocando, agora vai ter que aguentar meu fogo, que está longe de se apagar.

Nessa hora minha buceta já ficou molhada, era o que eu queria, queria ser comido por aquele pauzão delicioso de novo, queria sentir ele dentro de mim, me arrombando, meu tesão cresceu, seu Raul já começou a me chupar e eu chupar seu pau, me fez gozar na sua boca e logo já estava com aquele pauzção dentro da minha buceta, me fodendo, me arregaçando, minha bucetinha já queimava, mas o tesão falava alto e eu não queria parar também, só pensava, nossa vou chegar em casa todo fudida hoje, e meu corninho ainda vai me comer, minha bucetinha não vai aguentar e gemia, ahahah hummm mete seu Raul, mete mais, eu ali de quatro para ele com aquele pauzão dentro da buceta e o dedo dele dentro do meu cuzinho e eu com o mão mao na minha bucetinha me masturbando, logo gozei e ele também. Caimos exaustos mais uma vez, conversamos um pouco e ele me disse que estava adorando e que já fazia muito tempo que estava de olho em mim, mas que tinha que se controlar porque não sabia se eu queria ou não, mas que hoje quando ele me viu chegando e se abaixando na frente dele deixando minha calçinha a mostra sabia que me teria.

E logo seu Raul já estava recuperado e claro pronto para me foder novamente, começamos tudo de novo, totalizando tres fodas deliciosas, que me deixaram de buceta arrombada, mas que valeu a pena.

Nos despedimos, entrei no meu carro e segui para minha casa, no caminho mais calma pude sentir o quanto estava de buceta inchada, toda arregaçada, arrebentada, e ainda ia ter que dar para meu corninho, mas estava feliz, quando cheguei meu corninho já estava ali feliz me recebendo e já foi me perguntando:

Deu certo mesmo?

Sorri e disse que sim, vamos para o quarto que te conto tudo como foi e você vai ver o quanto a bucetinha da sua putinha está arrombada.

Fomos para o quarto ele me despiu, me deu um banho, abriu minha pernas e viu o quanto eu tinha sido fudida, então chupou gostoso minha buceta me fazendo gozar e fazendo meu tesão crescer novamente, onde instantes depois já estavamos fudendo gostoso e meu corninho dizendo:

Que delicia de buceta, minha puta ta toda arrombada, deu para o chefe, safada, cachorra, puta, agora tem que dar a buceta pro seu corninho foder, puta, gosta de foder com outro homem ne sua cachorra, agora aguenta toma, leva meu pau, agora sente o pau do seu corno te fodendo, e eu gemia, pedindo mais, mais corninho, mais, acaba com a buceta da sua puta, que deu gostoso pra outro, mete, mete mais, mete ahahha hummm

E ele metia, metia, ate que não aguentamos e gozamos juntos, meu corninho encheu minha bucetinha de porra e depois chupou ela gostoso e ainda me fez gozar na sua boca, depois me beijou forte e me abraçou e nós exaustos adormecemos.

Espero que gostem e que comentem. Beijos.

Contato:

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/08/2013 17:04:00
Muito bom! Fiquei toda excitada... adorei.
25/01/2013 10:57:33
De.lí.ci.a..!!!! Esposa fiel é assim mesmo. Não existe traição. É corno quem não sabe. Maravilha de conto. Minha mulher puta faz igual, por isso que estamos casados, e bem casados, a muito tempo.
29/06/2010 21:03:30
bom
26/06/2010 07:15:06
Delicia. Ele e ela muito safados.
17/06/2010 08:57:30
hhuummmmm... aproveita nem todos teem marido assim,,, (não conheço ninguem mesmo) rsrs gostei muitooooo
13/05/2010 12:53:56
Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii. Muito bom, excitante, ainda mais com um maridinho assim. Bjos
12/05/2010 17:44:17
Olha gata gostosa , acho que estou apaixonado por você
12/05/2010 17:39:38
Delicia de conto quer vir trabalhar pra mim?
12/05/2010 17:38:16
Delirei de desejos com o seu conto....adorei....
12/05/2010 17:29:15
MUITO BOM , EXCELENTE, NOTA

Online porn video at mobile phone


jovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videoshistoria erotica pronhomem gozarwww.sobrinhacontoerotico.com.brxvideos cm filha aproveita que o pai saiu e arrobo a madresta bem novinhaxxx acordou com o irmao botando o pau na sua bucetavidios porno negao rrasgou a novinhacomendo o cuzinho com um guspinhoContos eroticos convenci minha amiga a tranzar e gozei dentroContos d rapando a bucetamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1amo meu corninhox videos gostoza com chicotin na maonamorada pidino pra se errabadanovinha xeia de pintas na bct na siriricaEu e minha mãe no ônibus de excursão-contos-incesto-filho e mãe-incesto no onibusContos eróticos esposa e SograContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindoloira linda enfia sextoy grande e gfoso at gosarContos eroticos o comedor de cu pulei o muro da vissinha,e dopei ela e comi o cu delamulheres que gostam de ser encostada no ônibus contossafada nuonibuminha mãe irmã vovó conto eróticoconto gay virei a puta de varios machos na saunacontos confiei que era so a cabecinha analxvideos mulher bunda grande gostosa da mulestranegao me enrabandoporno mulhers efomeadasencanador do pau cabecudo comendo o cu da dona de casaFelipe e Guilherme- Amor em Londred xxvideosnovinhas virgem inocente com muito medonovinha dando para o garagistacache:q9F574EmG_EJ:zdorovsreda.ru/texto/201511582 so novinhas gordinha gostosas fazendo sensualismorelato lambuzei o corno e a putaroçadinha gostosinha na menininha japinhaas siriricas mais escandalozaskero ver mulher kevandi maozada na bucetarabo escanchado putacomo descabaça minha sobrinhaGalaxia no cacete todinho dentro da b***** da mulherver instoria de susane .. casadas dando a buceta pra outros homensfilme porno home nergro sorca vara na imtiadameu dentista me abusou contoscalcinha atirando de lado e mostrando abucetaendoidando homem com cheiro da bucetamenina no ômega escondido pedindo para ver a pica do desconhecido XVídeosMulheres brasileiras fudeno em pe e falando.vou goja no xvideioswww.casa dos contos erotico adultério emcasa.comas coroas do rodeio no xividioxvideoszuandocontos eroticos meu pai me comeu wattpadpenis com 6cm de diametro arregaçando novinhasqual a melhor posição peão fazer sexo anual sem dorler conto erotico de deficienteloura apita camisa XVídeosmae vai massagea o filho fica de boca aberta con o cacete do filhoxxx.video a mulher de 18 anos da bucetona buscavam comendo ela de 5baixar filme pornográfico de coroas transando buceta com buceta liberado para assistir e já funcionandovideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recisticontos corno beija pés humilhadoquero o zap de um sugador de bucetacontos lesbicos e penitencia no conventoBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSACazada cao tezao pornegao eminha esposa me trocou pelo travesti contosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoporno embebedo a cunhadinhapasei amao nela eila goistou nuonibumetendo com enteada nova E que gosto de uma quentinhaEu e mamãe pelados em casa contos eróticoscontos eroticos vi meu irmão pelado pela brecha da porta e fiquei esxitada e passei a provoca eleConto erotico minha namorada e a fantasia com fantasia com velhinhoconto erotico:fui sequestrada e enfiavam consolo em mimxvideos gays ponbas veiudasxvd kakaupauzudosdesaojosedoscampostia negra cmsobrinho branco e prma no incestonovinhas levando tapa na butinhacontos eiroticos leilaporncontos eiroticos leilapornvídeo pornô mulher com a b***** o corpo cheio de quadradinho de homem g****** na sua portaconto erotico funk pelada