Minha sogra distraida 2

Um conto erótico de Charles Dakota
Categoria: Heterossexual
Data: 03/04/2009 00:55:53
Nota 8.86

Depois daqueles momentos maravilhosos na praia minha vida ao lado de minha esposa, minha filha e minha querida sogrinha continuou tudo era muito feliz, mais eu não esquecia meus momentos com minha sogrinha, principalmente porque eu não tinha certeza se os momentos tinham sido só meus mesmo ou se tinham sido nossos.

Como disse no conto anterior, comecei a ousar mais com ela, ela tinha a mania de montar a tabua de passar a roupa no corredor que ficava estreito e eu passava por ela um pouco mais próximo que o necessário e dava uma encoxada, fazia o pinto ficar duro de propósito só para ela sentir melhor a encoxada, certa vez ela pediu para eu consertar o lustre, pegou a escada e perguntou se era melhor segurar a escada que estava mole, não precisava, mas falei que precisava só de sacanagem, como eu estava de shotis largo e curto eu afastei a cueca de deixei o pinto solto de forma que ela olhando de baixo via o pinto inteiro pela barra do shortis, tinha o maior tesão de mostrar o pinto para ela, quando ia ao banheiro a porta ficava entreaberta, criava situações para ela me surpreender pelado no quarto.

Quando meu segundo filho nasceu minha sogra sugeriu que eu não colocasse o despertador, pois acordaria o bebe que dormia no quarto conosco, ela se propôs a entrar em meu quarto e me acordar sem que precisasse acordar minha esposa e meu filho, como geralmente acordei de pau duro, eu colocava o pau para fora, me descobria e fingia que estava dormindo, um dia senti um toque muito leve no pênis, abri os olhos e a encontrei ao meu lado, não tive certeza se aconteceu ou se minha era tanta que a imaginei alisando a minha pistola.

Certa vez ela foi à praia com as irmãs e retornou com várias queimaduras solares no corpo, disse que ia tomar uma pílula para dormir, quando falou em pílula já logo pensei se eu não poderia fazer uma visitinha para ela de noite, já de madrugada levantei e fui ai quarto dela ela estava coberta com um lençol leve, quando o puxei percebi que ela estava nua, acho que as queimaduras a estavam incomodando e ela não se agrediu com a roupa.

Ela estava lá todinha e nuazinha só para mim, comecei a beijar os peitos, eles eram muito gostosos, depois fui a boceta, percebi que o sono era profundo a pílula de dormir funcionava bem, abri as duas pernas dela deixando a boceta bem escancarada, tentei deitar entre as pernas dela mas a cama rangia, apertei o colchão com as mãos para tentar diminuir o som e fui me debruçando sobre ela devargazinho até que esta todo deitado entre as pernas dela e pude abocanhar aquela boceta a vontade, percebi que ela estava ficando molhada a medida que lambia e chupava aquela boceta, acho que nunca enfia a língua tão fundo como enfiei nela, , sugava, chupava e lambia tudo, como ela parecia estar dormindo profundamente arrisquei aproximar meu pau da boceta, planejava apenas encostar um no outro, mas quando cheguei lá comecei a colocar a cabecinha na entrada daquela delicia, passei bastante cuspe na pica e fui enfiando, entrava fácil, mas era tão gostoso, quando percebi o pau inteiro entrava e saia dela, comecei a chupar os peitos, beijar a boca dela e nada de acordar, finquei bastante mas sem movimentos bruscos, até que gozei tudo lá dentro , fui saindo devagar da cama, ela se mexeu e se virou de bruço , me preparei para sair correndo mas percebi que ela roncava, então percebi que dava para arriscar, abri bem as nadegas dela e enfiei um dedo no cuzinho virgem dela, depois dois dedos, tirei e aproximei o pau dele encostei a cabeça e comecei a enrabá-la, mas como era apertadinho e gostoso o cuzinho dela, gozei de novo e ainda deixei uma chupada nas costas dela, que se dane se perceber, notei que quando eu encostava o dedo na boca dela ela o chupava como a uma chupeta, como ela estava de bruço mas com a cabeça de lado consegui alcançar o boca dela com o pau e encostei o pau na boca dela e ela começou a chupar, ela não esta nem com a cabeça inteira na boca mas o pouquinho que ela sugava já era o céu, deixei vazar um pouco mas não gozei na boca fiz isto nos peitos, depois a cobri com o lençol dei um beijo e fui para minha cama.

No outro dia minha sogra falou que nunca tinha dormido tão bem, o remédio era bom mesmo e ela o tomaria todos os dias, fiquei feliz com isto.

Depois disto minha esposa andava com o sono leve e estava difícil de encontrar minha namorada noturna, um dia fomos viajar com as irmãs de minha sogra, ela se chama Antonia, é dois anos mais velha mas parece mais nova, é solteirona e acho que isto a fez se cuidar, é bonachona, bebe e joga truco, como também jogo ficamos muito juntos jogando, um dia depois de muita bebida ela confessou que quando criança tinha o habito de molestar minha sogra enquanto dormia, que ficava louca com isto e que acha que minha sogra nem percebia, e que ainda tinha saudade disto.

Eu perguntei a ela porque não tentava, contei dos remédios e que ela não acordaria, ela parece que adivinhou que eu também andei molestando a coitada no sono, sugeri um ataque em dupla, ela recusou, mas a convenci a apostar se eu ganhasse iríamos faze-lo, é claro que ganhei.

Antonia era engenhosa, comprou ingresso de teatro para todos, mas deu o remédio no suco de minha sogra antes de sairmos, minha sogra disse que ficou cansada derepente e não foi disse que dormiria mais cedo, fomos ao teatro e quando já estávamos lá dentro, Antonia falou que estava passando mal, pediu que a levasse para casa, minha esposa quis vir junto mas ela disse que não precisava e seria uma decepção para as crianças voltarem agora que eu a pegaria após o teatro, minha esposa concordou.

Fomos nos dois para o apartamento da viagem, ela já vinha com wisk na bolsa e viemos tomando, chegando lá , encontramos minha sogra desmaiada literalmente, Antonia foi logo tirando a roupa de minha sogra e a dela também, pediu que eu também ficasse nu, abriu discaradamente as pernas da sogrinha e a chupou, depois veio e me beijou na boca, falu vem querido vamos comer a sogrinha, chupou meu pinto e quase me jogou em cima da irmã ela mesma segurou e apertou meu pinto contra a boceta da irmã depois me deixou fudendo e foi chupar os peitos da irmã, me falou para não gozar antes de avisar, quando eu estava quase gozando avisei, ela me puchou, chupou e deixou eu gozar na boca dela , percebi que ela guardou a porra na boca e foi beijar a boca de minha sogra a fazendo engolir minha porra, depois ela foi beijar a boceta de minha sogra, olhei aquela boceta linda de quatro em minha frente , tasquei-lhe o pau até o talo na sua boceta, ficamos muito tempo nesta posição atpe que enchi Antonia de porra, depois ela conseguiu sentar na cabeça de minha sogra com os joelhos no chão e ia encostando o clitóris na boquinha de minha sogra que dava uma sugadinha, ela falou vamos filma-la sendo fodida sem aparecer seu rosto, ela é muito puritana, você pode sempre fazer ela colaborar com você mesmo acordada.

Depois me despedi de minha parceira de sacanagem e fiquei arquitetando como me aproveitar da filmagem para finalmente comer minha sogra de forma consentida, mas isto eu conto depois.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Charles Dakota a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/04/2010 17:31:15
eita sogra dosono pesado
11/07/2009 20:49:30
showww!!!!!!
31/05/2009 22:26:22
otimo
18/04/2009 23:03:55
Com uma irmã e um genro desse essa mulher tá fodida mesmo, até dormindo. Também achei o segundo conto mais interesante que o primeiro. (A NOTA VALE PARA OS DOIS)
03/04/2009 12:08:45
c qusiser um outro parceiro add ae!
03/04/2009 08:53:11
Hum mm que genro sacana...
03/04/2009 04:07:45
A segunda parte foi melhor que a primeira, nota 9
03/04/2009 04:07:01
A segunda parte foi melhor que a primeira, nota 9

Online porn video at mobile phone


Mae e filho tranzando coabuceta enxadafiume porno antigo do tasaõmeu filho quet cumer meu cu conto eu minha esposa e meu amigo da adolecenciaskype:bruninha_zinha_zVirgindade anal incesto Desde pequena Contocontos sexo 10 aninhos curiosaconto crente cornoos melhores vídeos de sexo de cachadaçotodos tipos de contos erotico com velho carroceiropalzao comeno buceta de 4 esticando bele dabucetaprovoquei meu pai calcinhaconto erotico troca de namoradasmaes rabuda deu pro filhos e amigos de fio contosContos eroticos sou uma puta engulocontos eroticos com dean winchesterxvideo emprevistosrelatos eróticos: minha esposa ficou grávida durante assaltogradona abusa do magrelox videoscontos eróticos panicatyoutube porcas no cio fodendo com homem e gozando dentro delas videosmeu marido viciou em porra de machosafada de saia curta e vizinho olhandoCaralhudos na bucetinha virgemsurra de chinelo contoscontos traindo meu marido com ele do meu ladomulher de shortinho jeans desfiadinho socado na ruahomens gays a mamar na piroca vavada de leitecasadoscontos tio gilson seminarista Xsvideos artista pintando macho nunovinha gritano e gosanocasos amad fragra i gosand ponh casacontos arregacei o cu da coroa verdureiracontorcionista dilataçao anal pornoxvidior minhar prima perde que eu chupase a budeta delaensinando menino a nadar conto eroticocontomulheres mortas com a bucta scheia de porraConto erotico gorda estrupovídeo de menininhasquando esta dando a buceta ela grita de dordomestrica vendi meu cu virgem para meu patrao contos eroticosEu quero pornô com tio t***** comendo a novinha apertadinha do patinho doidocontos eroticos sete anoscorno prefere se masturbarporno sombra brasileiro pauzudo so com vovo 60anosnovinha chupando a b***** da amiga no Badooconto picante com a madrinha e noivaminha concunha morena gostosa que arrobeinegao do pausao lascano putinha lindaxxxvideos gozandone buseta da ninfetawww delexvidio comContos eroticos o comedor de cu pulei o muro da vissinha,e dopei ela e comi o cu delacantorarozana peladabaixar jogos de Ferrari deixando o rapaz tirar o sutiã dela para mamar nos peitosrelaro erotifo mae bucetuda e filho pau gigant..xvedeos dejado busetao rochosexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandoporbodoido ledbicahttp://googleweblight.com/?lite_url=http://zdorovsreda.ru/texto/201704806&ei=_0aBEb6K&lc=pt-BR&s=1&m=634&host=www.google.com.br&f=1&gl=br&q=Pau++duro+na+faculdade+contos&ts=1529504784&sig=APs-2GzCmlxT5NOyYHf8rjml4wEkkGVKRgnovinha fechar o olhos e faz biquinho pra levar gozada na caraimagens do negão enfiando o pinto na b***** da mulher que ela geme até a almacontos eroticos de meninos no orfanatoAliviando os funcionarios contos eróticosVamp19-Contos O Doce Nas Suas Veias Capitulo 10dopei minha esposa pornoconto eróticos marido manda o cara irá cortar a forçaminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.xvideo magrinha com destão de buçeta dando gostozoxvidiosexopornobubda arregasada na pausadamamae grita com rola na bućeta peludaalivat xxxvídeocontos eróticos meu chefe pauzudo arrombou minha linda noiva certinha cara de anjo na frentevideos de sexo fodi ela de ladinho ela fechava as pernas e gemia muitoGays gostososcontosme excito.no onibuscontos eroticos vividos por mulheresXVídeos a mulher fica pelada dentro da casa e o cálice piaContos de maridos cornos e otários casados com esposas putas e safadascontos eroticos a bunda da minha esposaContos eróticos casada no acampadosporque as vezes ela ta enchutinha e as vezes toda meladairmalouca pra perdero cabaco pro irmarcontos eiroticos leilapornXVídeo grátis achatadinhocache:http://zdorovsreda.ru/xvídeos haveria sobrinho pega tia dormindo com o c* dela da salsichavídeo baixinhas quadril grande agachada de costas de quatroConto comi minha irmãquero assistir peladinho de gostosinho é doidinhosunjando o forrò do motel de merda xvideosexo real conhadas nuas banho pau bizarro tesaouma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonapai pega filho comendo a mae porno cnccnovinho.geminho..de.pau.duro