DECA - A DEUSA DO BAILE FUNK

Um conto erótico de O CARA
Categoria: Heterossexual
Data: 21/10/2004 23:31:01
Nota 3.00
Assuntos: Heterossexual

DECA - A DEUSA DO BAILE

Moro em S.Gonçalo, estado do Rio, tenho 29 anos e apesar de não gostar de funk,

acordei um sábado com uma grande vontade de ir à um baile funk que estava bombando,

numa quadra de uma escola de samba aqui da cidade. Como já acordei de pau duro,

acabei tocando uma bela punheta ao imaginar as mulheres dançando, e também ao

lembrar do sonho que tive, e que parecia muito real, onde eu comia uma funkeira

dentro de um baile, em pé, encostado numa pilastra, perto do equipamento de som...

O dia passou e a noite fui à casa da minha namorada, e saí de lá por volta de 23:30

hs, sem fazer nem mesmo uma sacanagenzinha, pois ela estava bolada e sabendo que eu

iria aprontar alguma. Sabendo o safado que sou, ela ficou preocupada...

Cheguei sozinho no baile. Muito lotado, nãodava para andar, então fiquei parado

onde era mais ventilado, perto de um bar. Tinha muitas mulheres, cada uma mais

gostosa que a outra, todas esbanjando sensualidade nas roupas e no modo de

dançar...

Duas horas mais tarde, já tinha tomado umas 6 latas de cerveja, e já estava de

pica dura por causa de tantas bundas audaciosas que eu estava vendo. De repente, do

nada, apareceu uma amiga de anos, a Kátia, com duas amigas, me apresentando

primeiro a Pati, sendo que a outra garçota ficou mais distante. Depois então Kátia

me apresentou a Deca, e eu fiquei doido!!! Deca era uma mulata de pele clara,

cabelo comprido e encaracolado, 1,75 mts, bunda grande e dura, seios médios e

duros, coxas e pernas grossas, lábios carnudos e olhos castanhos, barriga

reta...Perdí a linha, e logo de cara dei uma olhada na sua xereca, bem dividida na

calça de Strech cintura baixa apertadíssima... Ao perceber minha olhada, DECA olhou

para mim com um sorriso malicioso. Então eu olhei dentro dos seus olhos ( como

sempre faço ) e passei a mão no meu pirú, que novamente tava duro. Ela percebeu,

comentou algo com a Pai, disfarçou e virou-se de costas, me mostrando sua bela

bunda, que dava para ver bem!

a marca da sua minúscula calcinha que ela usava!!! Meu pau latejou na hora!!!

Comentei com Kátia que queria Deca, e minha amiga me disse que eu continuava o

mesmo safado de sempre.

Começamos a beber mais, e Deca dançava mais e mais, olhava para mim, colocava o

dedinho na boca, rebolava até o chão, empinando sua bunda nota 10. Chegava até

morder os lábios... Certa hora cheguei mais perto e comecei a balançar ( não sei

dançar ). De tanto ela rebolar pertinho de mim, de repente puxei-à contra o meu

corpo, e pude sentir aquela bunda farta encostar no meu cabeçudo... Ela sorriu, e

falou algo que não escutei direito. Fui no ouvidinho dela, e passando a mão no seu

pescoço falei: - Viu o que vc provocou? Agora tô com vontade de te possuir... Ela

riu novamente e não disse nada.

Aproiveitei o lance e chamei todas para irem embora. Botei Kátia e Pai num táxi, e

partí com Deca no meu carro, direto para a praia de Charitas, em Niterói, onde há

uma parte da areia onde os casais transam dentro do carro à noite, sem nenhum

transtorno.

Deca foi tímida no percurso de 15 minutos. Quando chegamos, nem falei nada. Abaixei

os dois bancos e fui logo beijando o pescoço e depois a boca daquele mulatão

saboroso. Sua boca era carnuda, sua língua quente, nos beijávamos e eu passava a

mão no seu pescoço e cabelo, e ela gostava muito. Tava tão quente nosso rala que o

carro ficou pequeno...

De repente, ela abriu minha calça, e abocanhou meu pau. Fui ao céu!!!Sua boca era

maravilhosa, e ela me chupava muito gostoso, sugando com força e dando uma trato

melhor na cabeçona. Sua boca de veludo ía até embaixo ( base do meu caralho ) e

voltava. Seus seios estavam rígidos, ela gemia e chupava gostoso. Eu puxava seu

cabelo, levantava e abaixava sua cabeça. Eu delirava dentro do carro todo

embassado...

Quando estava quase gozando, conseguí tirar a sua boca da minha pica, e em poucos

segundos, fiquei totalmente pelado!!! Ela voltou a me chupar, e dessa vez chupava

também meu saco, dizendo que eram lindos meu pau e meu saco raspados... Ela parecia

profissional, seu boquete era coisa do outro mundo...De repente ela começou à tirar

a roupa, ficando nua em pêlo ( e que pelos...). Pude ver ( mas não claramente ) o

monumento de mulata que DECA era. Fiquei louco!!!

Sua buceta estava encharcada, escorria pelas coxas e molhava o banco, espalhando uma

aroma gostoso dentro do carro. O cheiro de femea no cio era extasiante!!!!

Liguei o carro e saímos da areia da praia como loucos para um motel que fica à 200

metros dali. Não poderia comer ela dentro do carro, pois nosso “show” tinha que ser

num belo “palco”... Ela nem reclamou, e fomos pelados protegidos pelo vidro escuro

do meu carro... Ela foi de pernas abertas, se tocava e chupava seu próprio dedo

melado...

Na suíte, fomos direto para a piscina. Antes, acendí todas as luzes possíveis e

pude ver seu lindo corpo!!! Deca era uma deusa !!!

Pulamos na piscina, e começamos o roça-roça dentro d’água. Depois ela sentou na

borda, e ru fiquei 15 minutos com a boca na sua xereca quente, cheirosa, cabeluda e

melada. O gosto da sua xota era maravilhoso, e de tanto eu lamber seu grelinho, ela

gozou na minha boca, me chamando de gostoso. Meu pau estava como pedra, tirei Deca

da piscina e a deitei bem aberta na cama redonda, onde lambí todas as fendas e

buracos do seu corpo, inclusive o buraco do seu cuzinho virgem e apertadinho...

Comecei então à pincelar meu caralho duro e pingando no grelo dela. Ela delirava e

pedia para eu meter gostoso, mas eu me segurava e ficava brincando na portinha de

sua xoxota...

Quando já estava enlouquecido, deitei e pedí para ela subir no meu pirú. Ela

sentou, de costas para mim, e foi maravilhoso. Ela subia, cavalgava, descia,

rebolava, me chamava de cachorro e safado. Eu gemia e passava o dedo no seu cuzinho

encharcado... ela rebolava como uma puta safada, fazia cara de puta gostosa...era

lindo ver ela entrando e saindo, subindo e descendo na minha vara... ela rebolava

como no baile funk...

Avisei que iria gozar, então ela falou: - Quero sentir seu gozo quente na minha

mão... eu falei: - Na mão não, mas sim na sua boca... Ela concordou, e me

punhetou... depois foi me chupando até embaixo, colocando meu caralho bem quase na

garganta. Ela me fez gozar gostoso, sugando toda minha porra quente e saborosa,

como ela mesmo falou...

Fomos embora e no domingo fomos novamente à um Motel, onde transamos muito no

cavalinho. Tive a satisfação de comer seu cuzinho apertado, e sempre que eu metia

pedia à ela para dançar funk com minha rola toda enterrada dentro dela...

Mulheres de Niteroi e S. Gonçalo que queiram contato:


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/12/2008 14:15:52
dj clayton volta redonda, se fosse eu tinha tranzado em cima do capu dop meu carro, vc e fraquinho
Asdrubal
22/10/2004 16:13:43
A história é franca mas se a intenção é fazer merchandise, tá dado o recado, vamos ver se vc tem sorte.
JL
22/10/2004 14:04:36
hitorinha mais furada hein!!!

Online porn video at mobile phone


contos eroticos malv comendo as interesseirafoto de menina branquinha tirando a causina e mostrado bucetacontos eroticos nl cinema hxh passando a mao na picaler contos eróticos de nudismo 2018Pai a foder fiho irmao a foder com paimundo p********* e grosso comendo o c* de uma besta bem devagarzinho peidando e gemendoVotos -Casa dos Contos zdorovsreda.ruporno pesado com etiadasIntenetvidiopornodeu o cu si arenpendeu pornocontos eróticos primeiras experiências com siririca com mulheres mais velhacontos minha esposa e seu ginecologistaIrmas casadas taradas carentes cendo enrabadassexo minha mulher me dando minha sogra de presenteconto corno obrigadominha cumdre esfregando a bucetinha no meu pau no banheiroxvideos brasileiro 2017 amiga durmindo dano pro marido delacontos eroticos deixei meu enteado me bolinar anoitecunhando cumeedo a esomenino dodoca arobando novinhasfotos de gordas gostosas de cho tinhos amostran do abocetavideos eroticos comendo o cuzinho da mae ate ela cagaCONTOS ERÓTICOS GAY COM HOMENS ATIVOS BRUTAMONTESSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhavideos de zoofilia com sanguessuga na bucetaContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorpornodoidolucianacontos eroticos bricando com o irmao de seconde secondemulequespauzudomano nao me tente incesto contosxxvideo porno brasileiro novinha chora ao ter q fd cm varios depois q perd apostaContoeroticogeycontos amor raspei minha buceta para meu amigo pauzudocontos eróticos gays cracudoquadradinho da crente inocente safada em conto eróticoscontos eriticos inquilino quarto fundosvideo eróticospapai me ensinando tudocontos eiroticos leilapornfilmes de sexo so conegao do pao grosso e negona da buceta inchadalesbicas xvideo.com brigonasnovinha dando a xota papuda pro primo dormindomagrinha chorando numa rola bem grande da cabeçona Vermelha filme Vovôcontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeprovoquei mei filho e ele me fodeu bem gostosoFamiliasacana queridi.ho da mamaerabuda de calça apertada limpando estanteasistir video pornoirado insesto forsados brutalinovinho empresionado com o tamanho do casetao do tioxvideos primo cheira po mas prima e nao resistiouvir contos eróticos da irmã rabuda dando o cuzinho para o irmão bem dotadome fode seu desgraçadoirmaos fodendo enquanto a irma dormi seu irmao n resizte e como a busetinha da irma e a sua irma amando a rola do irmaoxvidiopai maduro cumendo filha na posicao papai e mamaepadrasto comendo a enteada de perna grossa e bunda grande com os pelinhos Douradosmolhadinha vídeo abrindo as pernas para o cara lambe a b***** dela no canavial tá o c***** dela do interiorporno ero da buseta colico no cuxxvidiio massagemporno gey istorias comi meu priminho de treze anoContos erotico fazendeira nova seduzindo o caseiro bem dotadomulher casada em ogia corninho tirando fotos ela com dois pal en fiadononegao.fincou.muito.rapido.o.pau.no.cu.da.morena.que.gritou.muito.BELiNha..igro.negao.pornocontos eroticos de zóoflia com cavaloscontos de mulheres cagando e peidando em seus parceirosjapilha vende seu cabasilho . porno japcomedor de mulher alheia nu apanhaporno sarando na coroa na frente do corno no onibosContos eroticos cigarroslance francesinha sexo analus mas lindu buctaocontos minha esposa gravida outro comeuirmanzinhas novinhas peladinhas no quarto d irmao1minuto xvideosConto erotico arrombei minhA tia 25cm grosso no acampamentoContos de marido revoltado mas ecitado quando pegou esposa chupando outroprica cavalacontos reais casada com leite nos seiosmarisa quis transa cm negal cacetudoContos eróticos de gozada na boquinha da madameTranzacom.sandi.ejunirconto erotico com marido velho coroa grisalhonegao metendo em colatinacontos corno e meus amigos pegamos minha esposa rabuda de fio contos